quinta-feira, 31 de julho de 2008

Candidato a vereador encontrado dirigindo carro de prefeitura

Policiais Militares encontraram um candidato a vereador dirigindo um carro da Prefeitura de Santana do Manhuaçu na manhã de ontem na avenida Martins Fraga, no centro da cidade. Além disso, Valtair Barbosa, 36 anos, não tem habilitação, o licenciamento está atrasado desde 2005 e ele não levava os documentos de porte obrigatório do veículo.
Equipe do destacamento de Santana do Manhuaçu abordou Valtair Barbosa, 36 anos, funcionário da prefeitura, candidato a vereador pelo PHS, conduzindo o veículo Saveiro HMM-8603, branco, pertencente a prefeitura de Santana do Manhuaçu. Quem acionou a polícia foi o também candidato a vereador, Sérgio Carlos Dias, 38 anos, sargento licenciado da PM.
De acordo com a denúncia, Valtair estaria utilizando o veículo do município para fins eleitoreiros. Os militares constataram de ele não possui CNH; não portava os documentos de porte obrigatório e, em consulta ao COPOM, constatou-se ainda que o último licenciamento do veículo é do exercício 2004.
Durante a confecção do Boletim de Ocorrência, o Secretário de Obras Maurício Galdino Baia de Cristo, 36 anos, e o Prefeito Alair Rodrigues de Freitas, 56 anos, candidato a reeleição, questionaram os policiais quanto à solicitação de Sérgio Carlos Dias. Os três começaram a discutir.
O veículo foi apreendido e encaminhado à Delegacia. Foram lavrados os respectivos Autos de Infração de Trânsito. O boletim de ocorrência foi encaminhado para a Justiça Eleitoral em Manhuaçu. Carlos Henrique Cruz - Com informações da Polícia Militar

Polícia apreende cocaína em casa de militar aposentado em Manhuaçu

A Polícia Civil de Manhuaçu apreendeu quase 300 gramas de drogas numa operação durante as primeiras horas desta quinta-feira, na avenida Castelo Branco, no Bairro Santana. Cinco pessoas foram presas, entre elas um policial militar aposentado José Félix da Silva. A ação foi desencadeada por volta de 6 horas.

Uma denúncia anônima apontava que José Félix trazia drogas de Caratinga para Manhuaçu num ônibus da viação RioDoce na tarde desta quarta-feira. “Nós abordamos José Félix no ônibus, mas não encontramos as drogas. Trouxemos à delegacia e ele prestou esclarecimentos. Reunimos algumas informações e outras denúncias e conseguimos prender o grupo todo nesta quinta-feira cedo”, afirmou o delegado Rodrigo Vinícius.

SEIS HORAS

Tão logo amanheceu, a equipe da Polícia Civil cumpriu o mandado de busca e apreensão. Foram localizadas 220 gramas de cocaína pura numa garrafa e ainda 65 gramas embaladas para venda em pequenos papelotes. Josué José Caetano, o Zué, estava com um papelote de sete gramas na carteira e também foi detido na casa.

Além dele e do policial aposentado, os agentes prenderam Joana Darc Bruno da Silva e Alcides Rodrigues dos Santos, que estavam na residência no final da avenida, na parte alta do bairro Santana.

Policiais civis também prenderam Genadir Rodrigues Sathler. O aposentado, segundo a polícia, é que trouxe a droga de Caratinga para Manhuaçu.
Na casa, os agentes encontraram três menores e encaminharam as crianças e adolescente para o Conselho Tutelar. Os policiais também localizaram um revólver e munição.
ESQUEMA
O delegado Rodrigo Vinícius ressaltou a importância da denúncia e creditou o resultado da operação ao empenho dos policiais e apoio do Ministério Público e do Judiciário de Manhuaçu.
“Graças a essa informação conseguimos descobrir todo o esquema montado para o tráfico a partir daquela casa. A população do próprio bairro vinha reclamando do que acontencia, mas era preciso abordar quando tivéssemos certeza da chegada da droga”, detalhou.
O cabo aposentado José Félix responde a inquérito por tráfico de drogas em Caratinga. Ele é acusado de passar substâncias entorpecentes para um detento. A filha do casal detido está presa na cadeia de Manhuaçu também por crime relacionado a drogas.
A equipe foi composta pelo Inspetor Linhares, os detetives Reinaldo, Ivo e Miriam, o perito Gustavo e o escrivão Gláucio. O grupo também recebeu apoio da Polícia Civil de Caratinga com informações.
Carlos Henrique Cruz

Blog completa 10 mil acessos em menos de três meses

A aproximadamente três meses atrás iniciei o projeto do Blog. Percebendo a carência que Matipó tinha de um site de notícias e a nossa dependência de outros veículos para nos saciar de informações jornalísticas, resolvi criar o Blog do Willian Chaves. Pensei que o nome poderia ajudar na divulgação, uma vez que há alguns anos havia trabalho com rádio e as pessoas não se esqueceriam. Mas, o resultado, graças a você, que acessa diariamente o blog, foram melhores que encomenda. Atingimos nesta data, 31 de julho de 2008, a marca de 10 mil acessos ao blog. Esse fato é comum a grandes portais ou sites de relacionamentos. Portanto, quero agradecer a todos os insaciáveis por informações e convidá-los a continuar acessando o Blog do Willian Chaves, por que muitas outras notícias virão por aí. Nossa primeira postagem foi em 26 de abril de 2008 com uma reportagem intitulada "MAIOFEST 2008: atrações confirmadas para mais um grande evento", onde divulgamos a festa do trabalhador de Matipó. Muitas outras notícias vieram e marcaram nossos leitores como incêndio em casa em Matipó, assassinato do ex-prefeito de Mariana, João Ramos, todas as etapas do JEMG - Jogos Escolares de Minas Gerais, enfim, um misto de notícias alegres com a realidade em que vivemos, sempre pautando pela imparcialidade. Assim, continuarei essa jornada de levar informação à toda população matipoense. Continue acessando. Obrigado pela visita e críticas. Forte abraço. Willian Chaves Blog do Willian Chaves

quarta-feira, 30 de julho de 2008

29ª ExpoMatipó é sucesso e bate recorde de público

O encerramento da 29ª ExpoMatipó marcou mais um grande evento de sucesso realizado pela Prefeitura de Matipó. A dupla Bruno e Marrone deu o tom para os amantes do sertanejo e levou milhares de pessoas ao Pamac, Parque Municipal de Arte e Cultura, no domingo. Sucesso garantido, “A capital da diversão e da música de todos os rítimos” recebeu uma multidão todos os dias. Durante os shows das duplas Gino e Geno e Bruno e Marrone registrou-se o maior público presente no Pamac. Foram cerca de 13 mil pessoas lotando o parque nos dois dias.
A organização e a segurança foram mais uma vez destaques para garantirem o sucesso do evento. A Comissão de Festas da Prefeitura de Matipó montou um grande esquema de segurança que contou com seguranças particulares contratados e apoio total de Polícia Militar, com um número significativo de policiais.

De acordo com a Polícia Militar nenhuma ocorrência grave foi registrada dentro do parque. Do lado de fora a PM prendeu um adolescente de 17 anos tentando roubar um veículo. O rapaz tentou fugir, mas foi alcançado pelos policiais e encaminhado para a delegacia de Matipó. Desde a quinta-feira, com o show do grupo de rock Tianastácia, e a sexta com grupo de axé Azorra, o público demonstrou que faria parte dos espetáculos. Nos outros dias não foram diferentes. Muita gente bonita e disposta a animar ainda mais a 29ª ExpoMatipó. A cidade dos grandes eventos é destaque em todos os veículos de comunicação da região.

A Prefeitura de Matipó resgatou o espírito das grandes festas na cidade, além consolidar os eventos realizados na cidade como os melhores de toda região. Willian Chaves

Moradora de Padre Fialho comemora 108 anos

Funcionários do Departamento de Assistência Social de Matipó, da Unidade de Saúde da Família e moradores de Padre Fialho comemoraram nesta quarta-feira, 30, o aniversário de uma paciente muito especial. Dona Efigênia, como é conhecida em toda comunidade ganhou uma festinha com bolos e refrigerantes no próprio posto para brindar os seus 108 anos de vida. Médicos, enfermeiros, agentes de saúde e toda equipe, além de familiares participaram da comemoração do aniversário de Dona Efigênia Júlia Rosa que, segundo levantamentos, é a pessoa mais idosa do município.

A moradora da Rua Irineu Fernandes, no centro do distrito de Matipó, possui uma história de vida de muita luta e vitórias. Oriunda da cidade vizinha de Sericita, Dona Efigênia só foi registrada 16 anos após seu nascimento, data em que se casou. A centenária matipoense mudou-se tempos depois para a cidade do Rio de Janeiro, deixando alguns filhos em Matipó. Dona Efigênia retornou ao município anos depois para cuidar de cinco netos deixados por uma filha, que havia falecido. A senhorinha cuidou desses netos e de vários outros. No distrito de Padre Fialho, muita gente brinca que boa parte dos moradores são descendentes de Dona Efigênia. “Uma guerreira que ainda vai muito longe”. Assim define o médico responsável pelo PSF de Padre Fialho, Dr Cristiano, que realizou uma cirurgia no colo do fêmur de Dona Efigênia há menos de dois meses.

Os familiares também participaram da comemoração e destacaram o carinho dos funcionários com Dona Efigênia. Nos cumprimentos, os familiares desejavam muitos anos de vida à centenária, que com bom humor respondia: “Não! Não! Já chega! São muitos anos já”. Willian Chaves

Banco recorreu da indenização de 8.300 reais para aposentado

O Banco BMC S/A recorreu da decisão da Justiça de Manhuaçu que definiu uma indenização de 8.300 reais para o aposentado. A informação foi confirmada ontem à tarde pelo advogado Altair Campos Júnior, contratado pela instituição para sua defesa na segunda instância.
O banco foi condenado pela juíza Renata Bomfim Pacheco a pagar a um aposentado, a quantia de R$ 8.300,00, acrescida de juros e correção monetária. Segundo o advogado do aposentado, Alex Barbosa, a decisão da Justiça de 1ª instância é para reparar os danos causados pelo banco que fez descontos na aposentadoria desse morador de Manhuaçu a partir de um contrato jamais celebrado pelo aposentado.
Altair Campos Júnior explicou que o BMC já está tomando providência com sua defesa em segunda instância a partir da sentença publicada em 21/07 no processo de indenização movido pelo aposentado. “O fato é a questão ainda não está decidida, pretendendo a empresa reverter a decisão em revisão por força de recurso de apelação ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais”, destacou.
O advogado lembrou que na segunda instância existe a possibilidade de cancelamento da decisão ou mesmo redução do valor apenas ao que foi supostamente descontado indevidamente.
Carlos Henrique Cruz

terça-feira, 29 de julho de 2008

Desconto indevido em aposentadoria gera indenização em Manhuaçu

O Banco BMC S/A foi condenado a pagar a um aposentado, a quantia de R$ 8.300,00, acrescida de juros e correção monetária. A decisão da Justiça de Manhuaçu é para reparar os danos causados pelo banco que fez descontos na aposentadoria dele a partir de um contrato jamais celebrado pelo aposentado.
Ao receber a sua aposentadoria, ele estranhou o valor. O aposentado verificou que havia descontos de um empréstimo que não tinha conhecimento. Indignado com a situação, dirigiu-se até a agência do INSS e foi informado que os descontos no valor de sua aposentadoria por idade estariam sendo feitos a título de empréstimo bancário consignado realizado pelo Banco BMC S/A. A indignação foi maior porque o aposentado nunca firmou qualquer contrato ou mesmo autorizou que terceiro o fizesse. O advogado do aposentado, Alex Barbosa de Matos (foto), explicou que, como não foi o seu cliente que celebrou o financiamento com o banco, o reconhecimento da inexistência desta relação jurídica foi irrefutável. Em relação ao dano moral, Barbosa de Matos, destacou que o entendimento pacífico dos tribunais é o de que o simples fato de se realizar descontos em benefício de aposentadoria, através de procedimentos escusos, é suficiente para apontar a existência de lesão à honra subjetiva da pessoa. “O dano moral é conceituado como uma lesão aos direitos da personalidade. Estes são os atributos essenciais e inerentes à pessoa. Assim, se uma conduta repercute em danos à pessoa, sofrendo ela lesão em sua individualidade, há o dano moral”, detalhou. O advogado relatou também, que este tipo de situação tem ocorrido com freqüência, sendo que, nesses casos, a pessoa que for lesada deve recorrer à Justiça para buscar o cancelamento dos descontos indevidos, além de ter direito ao recebimento de indenização por danos morais pelo constrangimento e irritação que sofrer. A juíza da 1ª Vara Cível, Dra. Renata Bomfim Pacheco, em sua decisão ressaltou, que “(...) as circunstâncias do fato, as condições sócio-econômicas do aposentado, idoso, bem como as excelentes condições financeiras do banco, a gravidade objetiva do dano e o seu efeito lesivo, deve a indenização por danos morais ficar no patamar de R$ 8.300,00 (oito mil e trezentos reais), quantia capaz de amenizar o infortúnio suportado pelo aposentado e suficiente para inibir a repetição da prática abusiva por parte do banco”. Carlos Henrique Cruz

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Professora assassinada em Mutum foi asfixiada

A professora Fábia Lázaro Machado, 25 anos, foi asfixiada de acordo com o laudo do médico legista que examinou o corpo dela na manhã de sexta-feira. A informação foi divulgada pela delegada de Venda Nova do Imigrante, Maria Elizabeth Zanoli. A suspeita é que a vítima teria sido estrangulada. Em Lajinha, Minas Gerais, um suspeito foi preso acusado de envolvimento no desaparecimento e assassinato da jovem.
O corpo da educadora foi encontrado na quinta-feira no distrito de Humaitá, em Mutum, já em adiantado estado de decomposição. Fábia morava em Venda Nova. Ela estava desaparecida desde o último dia 11. A última vez que foi vista estava em um ponto de ônibus na BR 262.
O corpo foi levado para o Hospital Padre Máximo, no município da região serrana do sul do Estado, na noite de quinta-feira e liberado na manhã de sexta depois de submetido à necropsia.
Aparentemente a vítima morreu no mesmo dia em que desapareceu. Acredita-se que a professora tenha sido jogada no local onde foi encontrada. A suspeita baseia-se na posição em que o cadáver se encontrava e o cabelo de Fábia estava solto.
O suspeito preso em Lajinha possui ficha criminal e reside próximo ao local onde a bolsa da educadora foi encontrada. O acessório foi uma das pistas localizadas durante as investigações sobre o desaparecimento.
O namorado de Fábia também é apontado pela polícia e familiares como um dos suspeitos do crime. Ele recebeu uma ligação da professora pouco antes dela desaparecer.
SEPULTAMENTO
Fábia Lázaro Machado foi enterrada na tarde de sexta no distrito de Piaçú, em Muniz Freire, onde seus familiares moram. No velório, muita comoção por parte da família e dos moradores da região. O corpo dela chegou por volta das 12 horas ao local. Na hora da despedida, a família estava muito abalada e pediu que a justiça seja feita.

Carro é roubado em Matipó

A Polícia Militar de Matipó apreendeu um adolescente de 17 anos tentando furtar um Escort na madrugada de domingo na área próxima ao Parque de Exposição. Um Uno foi furtado pouco tempo antes. Em Chalé, os militares registraram o furto de uma motocicleta na noite de sábado.
Por volta de 4 horas deste domingo, policiais militares faziam patrulhamento nas ruas próximas ao parque de exposição. Eles notaram um garoto de 17 anos no interior de um Escort GLC 0350/Matipó. O carro estava com a porta aberta e, quando notou a presença dos policiais, deixou o veículo e saiu correndo.
Eles alcançaram o adolescente. No bolso, havia uma chave de carro. Ele foi levado para a delegacia em Matipó. O dono do Escort é Josué Mendes Cruz, 28 anos, morador no distrito de Padre Fialho.
A polícia ainda apura se o furto de outro carro, uma hora antes, o Uno CS, cinza, GMF 0435/Matipó, tem relação com esse segundo caso.
O auxiliar de serviços gerais André Luis Gardingo, 29, estacionou o carro na Praça Bernardino Gomes de Assis, Bairro Exposição, por volta das 23:00 horas e, quando retornou, por volta das 03:15 horas não encontrou o carro mais.
CHALÉ
Em Chalé, policiais foram chamados até a rua Juventino Paula Gomes, Bairro Floresta, na noite deste sábado. Gilliard Mendes de Sousa, 25 anos, estacionou sua Honda/CG 150 Titan KS, vermelha, Placa HAS 7167/Chalé por volta das 19:50 horas.
Quando voltou, cerca de trinta minutos depois, a moto já havia sido levada. Foi feito rastreamento, mas os militares não viram nem sinal da motocicleta. Carlos Henrique Cruz

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Nelito, ex-prefeito de Santa Margarida, é liberado pela Justiça e diz ter sido vítima de armação

A prisão preventiva do ex-prefeito de Santa Margarida, Manoel Pereira Lima, o Nelito, foi revogada pela Justiça de Manhuaçu nesta quarta-feira. Desde o dia 05, ele foi mantido preso no Hospital Municipal Jatyr Guimarães de Paula, em Santa Margarida, acusado de ser o mandante do assassinato de Bernardo Mendonça Tebet. Depois dos depoimentos de terça-feira, Wellington Martinez e Edmardo Antônio reafirmaram a versão de que o advogado contratou a própria morte e teriam dito que foi tudo armado para incriminar Nelito.
No início deste mês, o delegado Cristiano Augusto Xavier deu voz de prisão a Nelito na tarde de sábado em sua casa na rua do Rosário em Santa Margarida. Com a notícia, o ex-prefeito sofreu um edema pulmonar grave e quase perdeu a vida. Nelito infartou no dia 17 de maio de 2008, fez uma angioplastia no Hospital Madre Teresa em Belo Horizonte e estava se recuperando.
Nesse intervalo, segundo seus advogados, o ex-prefeito foi intimado pelos promotores para prestar depoimento e enviou atestado médico que comprovam sua saúde debilitada. O Ministério Público insistiu para que ele fosse assim mesmo e mandaram nova intimação que foi aceita e novamente enviado o atestado solicitando um período necessário antes para sua recuperação. Depois que o juiz titular tirou férias, os promotores apresentaram novo pedido e, no dia 04 de julho, foi decretada a prisão preventiva.
Na terça-feira, Nelito foi levado para audiência na presença da juíza Renata Bonfim, acompanhado de seus advogados Dr. Afrânio Otoni, Dr. André Myssior e Dr. Giorgio Collina, do escritório Abi-Ackel Advogados Associados, de Belo Horizonte.
Segundo uma fonte, ele prestou todos os esclarecimentos e disse que foi vítima de um “atentado contra a sua vida, já que os promotores sabiam de antemão que ele poderia morrer se fosse conduzido para cadeia de Manhuaçu, como fora determinado”. Nelito apresentou sua defesa negando o teor da denuncia que considerou maliciosa e caluniosa e se disse tranqüilo pois “nunca fez mal a ninguém, muito menos ao Bernardo”.
Logo após seu depoimento Nelito foi autorizado a voltar para o hospital em Santa Margarida.
ACORDÃO
Os advogados de Nelito argumentam que a denúncia contra o ex-prefeito foi um plano arquitetado para incriminá-lo por causa do seguro de dois milhões e meio de reais.
Wellington Martinez, o réu confesso do assassinato, teria sido contemplado pelo programa de proteção a testemunha, saiu da cadeia e está preso no batalhão.
Segundo a denúncia, pessoas interessadas no seguro teriam feito um grande acordo em que abafariam o inquérito apurado de suicídio, Wellington incriminaria Nelito, que morreria devido a sua saúde debilitada, e o dinheiro do seguro seria liberado.
Os mentores e participantes da nova história receberiam R$ 750 mil.
Na audiência de terça-feira, Edmardo Antônio e Wellington Martinez teriam contado toda a história do suposto acordão e que tudo foi armado para incriminar o ex-prefeito. Eles teriam mantido a história de que Bernardo contratou a própria morte para deixar o seguro para sua família.
Na terça-feira, diante desse novo quadro, o advogado Afrânio Otoni solicitou à juíza que, “tendo em vista o teor dos depoimentos prestados, sobretudo do réu Wellington, invocando os princípios da inocência e da razoabilidade e da proporcionalidade, bem como a patente ausência de provas, a revogação da prisão preventiva de Nelito”.
Na quarta-feira, a Dra. Renata Bomfim determinou a revogação da prisão preventiva de Nelito.
Carlos Henrique Cruz

Corpo de professora capixaba desaparecida é encontrado em Mutum

O corpo da professora Fábia Lázaro Machado, desaparecida desde o dia 11 deste mês em Venda Nova do Imigrante, foi encontrado nesta quinta-feira(24) em Mutum. A Delegada responsável pelo caso, Maria Elisabete Zanoli, está em Minas apurando informações sobre o crime, de acordo com a Polícia.
A assessoria da Polícia Civil de Minas Gerais informou que o local onde o corpo foi encontrado é de difícil acesso e fica no distrito de Humaitá. Pela dificuldade de comunicação, o último contato feito com os policiais que estão no local foi no final da tarde.
A Superintendente de Polícia do Interior do Espírito Santo, Neusa Glória Santos, informou que o corpo foi encontrado por volta das 14h desta quinta-feira. Ela disse ainda que a perícia mineira foi ao local para fazer os exames. A professora foi reconhecida pelo tio.
O responsável pela Delegacia Regional de Manhuaçu que também responde por Mutum, Lourival Silva Pereira, conseguiu entrar em contato com a assessoria da Polícia Civil mineira por volta das 17h. Ele afirmou que o corpo foi encontrado já em adiantado estado de decomposição e que foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.
A responsável pelas investigações referentes ao desaparecimento da professora, delegada Maria Elisabete, está em Mutum acompanhando o desenrolar do caso. A polícia capixaba só conseguiu estabelecer contato ela por volta das 14h e via rádio.
O CASO
Fábia Lázaro Machado desapareceu na sexta-feira(11). Ela estava em um ponto de passageiros esperando um ônibus para Irupi, onde mora o namorado Rosiel Estevão Olavo, de 32 anos. A partir desse momento, a professora não foi mais vista, de acordo com as investigações.
Rosiel informou à Polícia que recebeu uma ligação de Fábia dizendo que o ônibus estava demorando e perguntando se poderia pegar carona com um homem chamado 'Oliveira'. Esse homem teria passado pelo local e ofereceu carona dizendo que conhecia Rosiel.
O namorado então disse que não conhecia nenhum 'Oliveira' e que ela não deveria pegar carona nem mesmo com conhecidos, de acordo com informações do próprio Rosiel à Polícia. Este foi o último contato feito pela professora antes de morrer.
Portal Caparaó

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Polícia Militar realiza operação para apreensão de drogas em Matipó

A exemplo do que aconteceu no final de 2007, a Polícia Militar de Matipó realizou, na manhã desta quinta-feira, a Operação “Limpa Matipó II”, cumprindo mandados de busca e apreensão em toda cidade. Foram apreendidas drogas, uma balança de precisão, munições, uma nota falsa de dez reais e quatro pessoas. A operação contou com a participação de 50 policiais e 13 viaturas. A ação da PM teve início por volta das cinco horas da manhã, quando todas as viaturas se reuniram em Santa Margarida e depois se deslocaram para Matipó. De acordo com o Tenente Fernando, comandante do 4º Pelotão de Matipó, todo contingente policial se reuniu em Santa Margarida para não chamar atenção. “Fizemos a chamada para a cidade vizinha de todas as viaturas para não alarmarmos e em seguida deslocamos para Matipó, para o cumprimento dos mandados”, relata.
Os policias militares prenderam Renato Pedro Ferreira com uma nota falsa de dez reais e 5,2 gramas de maconha. Rogério Martins Guimarães com 01 munição calibre 22, 09 munições calibre 38 e 01 pássaro trinca-ferro. Naim Martins Ferreira com 01 balança de precisão, 02 pedras de crack, esferas e pólvoras para cartucheira, 03 buchas de cocaína. E Geraldo Bonifácio de Jesus com 2 buchas de maconha e 01 punhal com lâmina de 20 cm. Todos foram levados para a Delegacia da cidade onde foram autuados.
A movimentação da PM teve o reforço de viaturas de Abre Campo, Pedra Bonita, Sericita, Caputira, Santa Margarida, Matipó, 02 viaturas da Patrulha Rural de Manhuaçu, Pelotão de Choque do 11º Batalhão além também a equipe do canil da PM e da Polícia Civil de Matipó.

Para se chegar aos acusados a polícia vem fazendo rastreamentos há vários meses através de setor de inteligência da PM. Willian Chaves

terça-feira, 22 de julho de 2008

Milhares de pessoas subiram o Pico da Bandeira no último final de semana

O último final de semana de lua cheia do mês de julho levou milhares de pessoas para a cidade de Alto Caparaó, no acesso mineiro ao Parque Nacional do Caparaó. Muita gente aproveitou o visual da noite clara para subirem o Pico da Bandeira, terceiro ponto mais alto do Brasil.
Os meses de inverno levam muitos visitantes para a região do Caparaó com o objetivo de verem o nascer do sol no Pico da Bandeira. “Esse penúltimo final de semana de julho foi especial para muitos visitantes, pois foi a última lua cheia do mês. A noite mais clara proporciona uma caminhada mais fácil pelos nove quilômetros de percurso até o cume”, afirma o internauta José Carlos Lovantino, de Alto Caparaó.
Nessa época a temperatura cai muito na serra do caparaó e nas áreas de acampamento do parque. Os termômetros registram zero grau.
Desde última quinta-feira, muitos visitantes da região e de toda parte do Brasil começaram a chegar à cidade de Alto Caparaó. “No sábado que os moradores viram mais visitantes na cidade. Alguns aproveitaram para almoçar nos restaurantes e comprar algumas lembranças nas lojas de artesanato, antes de seguirem para a portaria de acesso ao parque”, afirma José Carlos explicando que teve fila de veículos e só subiu o pico quem estava com reserva feita meses antes.
Carlos Henrique Cruz

Polícia Rodoviária registra dois acidentes na região

Três pessoas ficaram feridas em acidente na rodovia de acesso a Caputira na sexta-feira por volta de 10:30.
Ivete de Castro Ferreira, 80 anos, dirigia um Gol GWD 7294/Manhuaçu, no sentido Caputira/BR 116. Na altura do km 7, perdeu o controle direcional do veículo numa curva, saiu da pista e bateu num barranco.
A motorista e os passageiros Cleonice Gomes de Arruda, 40 anos, e Gil Augusto Ferreira, 84 anos, tiveram ferimentos leves e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros.
ZONA RURAL DA MG-111 O lavrador Sebastião José de Souza, 51 anos, foi socorrido com ferimentos graves num acidente no km 70 da MG-111, na zona rural de Manhuaçu, na sexta-feira (18).
Um motorista passava pelo local quando viu a motocicleta Honda CG125 Titan, GYP9113/Santana do Manhuaçu caída na pista com o piloto inconsciente. O lavrador foi socorrido por uma ambulância da prefeitura de Santana do Manhuaçu que passava pelo local.
A polícia rodoviária registrou a ocorrência, mas devido ao estado do piloto não conseguiu apurar as causas do acidente.
Portal Caparaó

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Presos suspeitos de matar João Ramos, ex-prefeito de Mariana

Foram apresentados nesta segunda-feira os três homens suspeitos de planejar e executar o assassinato do ex-prefeito de Mariana, João Ramos Filho, de 78 anos, no último dia 15 de maio. Ramos foi morto com cinco tiros na MG 262, a menos de quatro quilômetros da cidade. Leonardo Stigert da Silva, 26, Guaracy Goulart Moreira, 48, e Francisco de Assis Ferreira Carneiro, o "Chico da Farmácia", 52, foram detidos nas cidades de Leopoldina e Juiz de Fora após quase dois meses de investigação do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Francisco de Assis é apontado pela investigação como o mandante do crime. Ele teria encomendado a morte do ex-prefeito aos outros dois suspeitos, que seriam os ocupantes da motocicleta preta e amarela, que seguiu e executou João Ramos.
De acordo com a Polícia Civil se trata de um crime político. Chico da Farmácia queria concorrer às eleições municipais para prefeito e estaria insatisfeito com o fato de Ramos ser um dos pré-candidatos. O suspeito negou ser o mandante e disse que era um dos melhores amigos da vítima.
Portal Uai

Policiais trocam tiros com bandidos em Realeza

Policiais Militares conseguiram prender, com o auxilio de um cão, Oziel Paulo Alves Filho. Ele trocou tiros com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Realeza por volta de 7 horas da manhã depois de escapar de uma abordagem em frente ao posto policial no km 590 da BR-116. Policiais ainda tentam localizar um segundo elemento. Oziel nega que estava planejando cometer algum crime na região. No carro, um Fiat Stilo roubado em Serra (região metropolitana de Vitória/ES), havia armas, munições e dois coletes à prova de bala.
No início da manhã desta segunda-feira, policiais rodoviários federais faziam abordagens de rotina em frente ao posto de fiscalização. Eles notaram a aproximação do Fiat Stilo por trás de um caminhão. “Quando notou que seria abordado, fugiu da blitz”, afirma o policial rodoviário Carvalho. Ele e o policial Faria iniciaram a perseguição.
Cerca de 500 metros do posto, eles entraram numa propriedade rural, abandonaram o veículo e entraram pela mata.
Os dois homens armados começaram a atirar em direção aos policiais. Os dois agentes revidaram os disparos. Diante desse quadro, equipes da Polícia Militar foram mobilizadas para Realeza durante a manhã. Um grupo da Polícia Civil também deu suporte às ações.
CERCO

Os policiais rodoviários encontraram no carro dois coletes à prova de balas da Polícia Militar do Espírito Santo. “Havia também roupas e material para curativo, 24 munições 9 milímetros (arma de uso restrito) e uma pedra de crack. O Fiat Stilo foi roubado em Serra e estava com uma placa clonada de uma pick-up Ranger”, explica Carvalho.

Com equipes espalhadas na mata acima de Realeza, os policiais conseguiram localizar Oziel por volta de 10 horas. “Nós montamos um cerco com vários policiais e utilizamos o cão Flick para encontrar o esconderijo. Militares chegaram a passar perto do rapaz”, afirma o Tenente Gustavo, que ressaltou a importância do canil da PM.
Segundo a Polícia Militar, Oziel Paulo Alves tem duas passagens por homicídio registradas no Espírito Santo. Ele contou várias histórias e entrou em contradição muitas vezes. Afirmou que só tinha sido preso uma vez por receptação de um computador.
“Ele está contando histórias desencontradas. Pelo jeito é experiente e está encobrindo o restante do grupo. Não sabemos ainda para onde eles iriam, mas a intenção de uma pessoa com armas, munições e coletes num carro roubado e com placa clonada não é boa”, detalha o Capitão Vitor.
No mesmo horário em que passavam por Realeza, as Polícias Militares de Divino e Carangola foram notificadas do roubo de um caminhão de cigarros. Uma das hipóteses é de que Oziel e o outro rapaz poderiam dar suporte aos ladrões que sairiam pela rodovia de ligação de Divino a BR-116.
Portal Caparaó e Polícia Militar

sábado, 19 de julho de 2008

Polícia prende quadrilha envolvida com tráfico de drogas em Caratinga

Seis pessoas foram presas na manhã deste sábado em Caratinga, a cerca de 90 km de Matipó, durante uma operação da Polícia Civil para combater o tráfico de drogas. A quadrilha também é suspeita de cometer vários homicídios na região.
Foram apreendidos um revólver calibre 38 com três cartuchos intactos, equipamentos eletrônicos e R$ 229 em dinheiro. Também foram encontrados cartões de crédito e vários documentos dos envolvidos, como passaporte, carteiras de identidade, que,segundo a Polícia Civil, podem ser falsos.
Segundo o delegado regional de Caratinga, João Xingó de Oliveira, com a prisão dos suspeitos a quadrilha foi desarticulada. Foram presas seis pessoas que tinham relações com criminosos que atuam em outros estados do Brasil e um mandato de prisão continua em aberto.
Foram presos por associação ao tráfico de drogas Marcelo Wagner Gomes, de 22 anos; Juliana Verônica da Silva, de 24; Douglas de Oliveira Dutra, de 20 anos; Adilson Pires do Nascimento, de 24; e Flávio da Silva Costa, de 32.
Já Carlos Rosa de Aquino, de 34 anos, também foi autuado em flagrante pelos crimes de falsificação de documentos e receptação, enquanto Fellipe Frederico Alves Ferreira Dutra, 22 anos, foi autuado por posse de munição. Os suspeitos estão recolhidos no Presídio de Caratinga, à disposição da Justiça e, se condenados, podem cumprir penas de até 15 anos de prisão.
A operação Iceberg contou com 16 viaturas, 86 policiais civis das Delegacias Regionais de Caratinga, João Monlevade, Itabira, Manhuaçu, Ponte Nova e Ipatinga .
Com informações do Portal Uai e Portal Caparaó

11º Batalhão recebe viaturas que beneficiarão cinco cidades

O 11º Batalhão de Polícia Militar recebeu nesta quinta-feira seis novas viaturas Ranger 4x4 cabine dupla para o policiamento nas cidades de Manhuaçu (três), São João do Manhuaçu, Rio Casca, Caparaó e Reduto. A cerimônia foi presidida pelo Coronel Gilberto Cabral Costa, comandante da 12ª Região da Polícia Militar, acompanhado do subcomandante do 11º Batalhão, Major José Paulo Cézar, do prefeito Sérgio Breder, do presidente do Comsep, Flávio Lacerda, e o assessor da prefeitura de Reduto Guilherme Júlio.
A entrega dos veículos objetiva melhorar qualitativamente os serviços prestados pela Polícia Militar dentro do projeto Cinturão de Segurança. Na primeira etapa, em 2007, o comando geral reforçou com viaturas, armamentos e equipamentos as frações situadas nos municípios mineiros que fazem divisas com áreas de outros estados para coibir a migração de infratores para Minas Gerais.
“O projeto cinturão de segurança foi um passo importante para a redução da criminalidade nessas áreas limítrofes do estado com melhoria gradativa dos indicadores de criminalidade”, afirma o Coronel Gilberto Cabral ao lembrar as cidades da área do batalhão na divisa com o Rio de Janeiro e com o Espírito Santo.
150 QUILÔMETROS
A segunda etapa do programa beneficia as frações sediadas nos municípios localizados nos eixos de rodovias federais até um limite aproximado de 150 quilômetros da divisa. O objetivo é estabelecer um segundo nível de esforço das forças policiais militares, fortalecendo a segurança nesses municípios cortados por rodovias.
As cinco cidades receberam pick-us Ranger cabine dupla, pistolas .40 e munição, fuzis 5,56 mm e munição, coletes à prova de balas e kits policiais (sinalizadores luminosos; lanternas; cones médios; cones grandes e corda), além de estabelecer uma rede de informática interligando e otimizando as informações entre as unidades e suas frações.
“O fato do 11º Batalhão possuir diversos municípios de sua circunscrição em áreas limítrofes a municípios do estado do Espírito Santo e ainda, as rodovias federais BR-116 e BR-262 cortarem e até mesmo se cruzarem dentro da área do batalhão, possibilitou para que diversas frações fossem inseridas no projeto cinturão de segurança I e II”, explica o coronel.
Para marcar a entrega dos novos veículos, o Coronel Gilberto Cabral passou às mãos do Comandante do Policiamento de Manhuaçu, Capitão Luciano Reis, as chaves das viaturas.
O coronel ainda ressaltou que as novas viaturas e equipamentos somam a estrutura do batalhão. “Toda a frota da Polícia Militar em Manhuaçu foi substituída por veículos novos, além de novos equipamentos enviados nos últimos anos. Aliado a isso tudo tempos os recursos humanos. Policiais muito bem capacitados para a atividade de promover a paz social nas cidades do 11º Batalhão”, finalizou.
Carlos Henrique Cruz

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Acidente nesta tarde em Realeza deixa motociclista gravemente ferido

Um acidente ocorrido agora há pouco em Realeza deixou um motociclista gravemente ferido. A colisão aconteceu em frente ao Posto de Gasolina e Hotel Nobik, quando uma Chevi GLT 9453 de Manhuaçu saia do posto atingindo a moto HBF 3970 de Pouso Alegre que seguia sentido Belo Horizonte. O motorista da caminhonete fugiu do local sem prestar socorro à vítima.

O motociclista foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com ferimentos graves e levado para o SUS em Manhuaçu. O condutor da Chevi não foi identificado pela Polícia Rodoviária Federal, que atendeu à ocorrência.

O trânsito, no sentido Belo Horizonte ficou interrompido para retirada dos veículos. Os carro que seguem de Manhuaçu com direção ao trevo de Realeza tiveram que desviar por dentro do posto.

Willian Chaves

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Vereador de Martins Soares perde mandato por infidelidade

A Corte do TRE-MG decidiu, na noite desta quarta-feira, cassar mais 24 vereadores que trocaram de partido, totalizando 119 cassações, desde abril deste ano. Em Martins Soares, Felipe Rodrigues Filho perdeu a vaga para o suplente do PT Adeildo Marinho Dias. Dois vereadores de Fervedouro também perderam o cargo.
A sessão desta quarta-feira foi a primeira em que o novo corregedor e vice-presidente do Tribunal, desembargador Baía Borges, se posicionou pela constitucionalidade da Resolução 22.610/07, do TSE, que trata do assunto. No dia 1º de abril deste ano, o TRE-MG havia se posicionado pela constitucionalidade da Resolução por quatro votos a três, mas a recente alteração na composição da Corte Eleitoral mineira poderia alterar esse entendimento.
O caso de Martins Soares, que integra 168ª Zona Eleitoral de Manhumirim, o Partido dos Trabalhadores e o suplente pela legenda Adeildo Marinho Dias, que teve 93 votos em 2004, requereram a vaga. O argumento foi simples: a vaga na Câmara pertence ao partido e não à pessoa. Felipe Rodrigues Filho, vereador eleito com 178 votos, saiu do PT e foi para o PSB.
Em seu voto, o desembargador Baía Borges, ressaltou: "A mim parece que ao juiz o que mais pertence é buscar extrair da lei a conclusão e a interpretação que melhor se coadune com o momento em que se vive, neste caso pela fidelidade. E eu não poderia deixar de reconhecer, até mesmo em nome da segurança dos julgamentos, o rol grande de decisões desta Casa no sentido da constitucionalidade da referida norma". O desembargador lembrou ainda, em seu voto, que o Supremo Tribunal Federal, com a missão precípua de guardião da Constituição, determinou que o Tribunal Superior Eleitoral dispusesse sobre a matéria, o que foi feito através da Resolução em debate.
Segundo o presidente do TRE-MG, desembargador Almeida Melo, o voto do desembargador Baía Borges "foi muito oportuno por dar segurança jurídica e previsibilidade às decisões do TRE, pois manteve os pronunciamentos havidos nos 123 casos já julgados, em sessão, pela Corte Eleitoral mineira".
Ainda estão pendentes de julgamento 305 processos sobre infidelidade partidária. Também o advogado Mauro Bonfim ressaltou, no Tribunal, a importância de decisão do voto do desembargador Baía Borges, a fim de conferir segurança às decisões do TRE-MG.
A Corte Eleitoral está fazendo um esforço concentrado para avançar nos julgamentos dos processos eleitorais, principalmente os que tratam dos casos de infidelidade partidária.
FERVEDOURO
Outros dois que perderam o cargo foram dois vereadores eleitos pelo PPS em Fervedouro – 69ª Zona Eleitoral de Carangola.
Joaquim Antônio Pedrosa, vereador eleito com 368 votos (foi para o PP) e João Antônio Ribas, vereador eleito com 138 votos (também mudou para o PP). No mês passado, um vereador em Santa Bárbara do Leste também perdeu o cargo para o partido.
Com informações do TRE - Tribunal Regional Eleitoral e Portal Caparaó

Ingressos para 29ª Expo Matipó estão à venda em toda região

Os preços dos ingressos para a 29ª Expo Matipó foram definidos pela prefeitura. O valor do pacote para curtir os shows de Gino e Geno e Bruno e Marrone, sábado, 26, e domingo, 27, respectivamente, será de apenas R$ 30, antecipado. Famosa por realização de grandes festas, Matipó terá mais um grande evento que contará ainda com a apresentação de Tianastácia e Azorra. A programação ainda oferece domingueira com desfile de blocos pela cidade e outros shows em um segundo palco.

O evento acontece entre os dias 24 e 27 de julho no Pamac, Parque Municipal de Arte e Cultura. Na quinta-feira dia 24, a banda mineira de rock Tianastácia se apresenta com entrada gratuita. No dia 25, sexta-feira, a festa fica por conta do ritmo axé, com um super show da banda revelação da Bahia, Azorra, também com entrada franca. Anunciados desde a festa do trabalhador, em maio, as duplas Gino e Geno e Bruno e Marrone completam a programação da 29ª Expo Matipó. Quem quiser comparecer ao Pamac vai se deparar novamente com toda organização e segurança já conhecida e elogiada em toda região. Matipó nos últimos anos tem se destacado como a “Cidade dos grandes eventos”, caracterizada pelas grandes atrações que já se apresentaram na cidade. A capital da diversão e da música de todos os ritmos, como é chamada Matipó, já se prepara para mais este grande evento. Confira os locais de vendas de ingressos em toda região: Matipó: - Casa de Cultura Manhuaçu: - Apogeu Boutique Caputira: - Rádio Alerta FM Em breve a divulgação dos postos de venda em Abre Campo e Santa Margarida. Outras informações pelo telefone (31) 3873-1418.

Willian Chaves

Panfletos de propaganda política são apreendidos em Lajinha

Policiais militares auxiliaram a Justiça Eleitoral de Lajinha durante a apreensão de panfletos de campanha de uma das coligações que disputa a prefeitura nas eleições de outubro.
Segundo o registro da PM, foram chamados para dar apoio ao oficial de justiça e ao chefe do cartório durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Eleitoral. Os “santinhos” estava em desacordo com a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 22.718/2008 que trata da propaganda eleitoral.
Foram apreendidos vários panfletos da chapa de prefeito e de alguns candidatos a vereador pela coligação PSDB/DEM Movimento Lajinha Legal.
Informações da Polícia Militar

Homem invade casa e estupra aposentada

Um elemento desconhecido entrou na casa de uma aposentada de 66 anos e a estuprou no bairro Santa Cruz, em Caratinga. A polícia militar não tem pistas sobre o tal homem.
Segundo o registro, por volta de 1:30 de quarta-feira, o homem chegou à casa da aposentada. Ele desligou o padrão de energia elétrica, arrombou a porta e aproveitou-se da fragilidade da aposentada. Sob ameaça e violência, ele a estuprou. Antes de fugir, roubou dez reais.
O crime revoltou moradores da região da rua Coronel Chiquinho. Apesar do registro, a mulher não conseguiu observar características do estuprador, por causa da escuridão. A aposentada foi socorrida ao Pronto Atendimento de Caratinga. O aumento da violência em Caratinga é visível nos últimos anos. Os números revelam que a cidade é uma das mais violentas da região. Assaltos à residências são os que mais crescem. A polícia atribui esse aumento ao tráfico de drogas. Informações do Portal Caparaó

PRF apreende CNH falsa em Realeza

Em Realeza, a Polícia Rodoviária Federal também apreendeu uma carteira de habilitação falsa, na tarde de terça-feira.
Segundo o policial rodoviário federal Lugon, fizeram uma abordagem de rotina em frente ao posto de fiscalização na BR 116. O motorista Neacir da Silva Gonçalves apresentou uma carteira de habilitação falsa.
Durante a consulta, os agentes da PRF descobriram que ela não consta no sistema. Além da CNH, os policiais apreenderam dez mil reais em dinheiro.
Neacir da Silva Gonçalves dirigia o caminhão Mercedes Benz 710, placa GYI – 4594. Ele foi levado para a delegacia. O veículo foi apreendido. O dinheiro foi apreendido para que possa explicar a origem. O motorista alegou que é da empresa que trabalha e o valor seria utilizado para compra de mercadorias.
Informações de Thomaz Júnior

Prefeito de Rio Casca é reconduzido ao cargo

O prefeito de Rio Casca, José Maria de Souza Cunha, foi reconduzido ao cargo nesta segunda-feira, 14, após o afastamento decidido pela justiça de primeira instância. O prefeito solicitou ao Poder Judiciário de Minas Gerais, representado pela Desembargadora Heloísa Helena Ruiz Combat, um Agravo de Instrumento requerendo sua recondução ao cargo. O requerimento foi deferido pela desembargadora e o prefeito retomou suas atividades no início da noite do dia 14. Zeca é processado por improbidade adminstrativa, mau uso dos recursos públicos. Ele tinha sido afastado da prefeitura. A Justiça de primeira instância determinou, no último dia 8, o afastamento do prefeito, sem o prejuízo de sua remuneração e até o término da instrução processual relativa à ação civil pública em que o chefe do Executivo é réu. Em 2005, ele colocou servidores efetivos em disponibilidade, com direito a receber as respectivas remunerações, e nomeou outros, do quadro de recrutamento amplo, para suprir as vagas. isso gerou gastos extras aos cofres públicos. Em 2007, a Justiça havia concedido liminar requisitada em ação civil pública proposta pelo promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Eduardo Nepomuceno, determinando que os servidores fossem reconduzidos aos seus cargos e também a indisponibilidade dos bens do prefeito para ressarcir os cofres públicos. Como o prefeito não respeitou a decisão da juíza da comarca, Dayse Mara Silveira Baltazar, embora ela tenha estabelecido multa diária de R$ 10 mil caso a liminar fosse descumprida, o Ministério público Estadual requereu o afastamento do cargo. A juíza acatou a decisão do MPE e notificou a Câmara Municipal para que o Lesgislativo desse posse ao subistituto legal, no caso o vice-prefeito. Apesar da recondução de Zeca ao cargo, o processo continua em tramitação na Justiça. Só resta aguardar as cenas dos próximos capítulos dessa novela que vem se estendendo há anos.
Willian Chaves Com informações do site Rio Casca On Line e Jornal Tribuna do Leste

Corpo de criança desaparecida em rio é achado

O corpo de Ketolly Eva Silva de Oliveira, 8 anos, foi encontrado no final da manhã dessa quarta-feira, nas proximidades de onde a criança se afogou, na tarde dessa terça-feira, no Rio São Simão, na Fazenda das Palmeiras, no Córrego Boa Vista, em Simonésia.
De acordo com os Bombeiros de Manhuaçu, o corpo estava agarrado nos matos, a uma profundidade de aproximadamente três metros.
Testemunhas contaram a Polícia Militar que a vítima estava se banhando no Rio São Simão, acompanhada de outras crianças, quando se afogou.
Desde essa terça-feira a criança era procurada pelo Corpo de Bombeiros.
Com informações do site Manhuacu.com

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Professora desaparece em Venda Nova do Imigrante e intriga polícia

O desaparecimento da professora Fábia Lázaro Machado, 25 anos, ocorrido na última sexta-feira (11), continua um mistério em Venda Nova do Imigrante, região Serrana do Espírito Santo. Fábia foi vista pela última vez num abrigo de ônibus, quando se dirigia para Irupi, onde se encontraria com o namorado, o também professor Roziel Estevão Olavo. O mais estranho é que a bolsa de viagem dela foi encontrada num bairro afastado em Lajinha (MG).
Fábia morava com amigas em Pindobas, região rural de Venda Nova, de onde saiu por volta de 18 horas, com destino a casa do namorado. Segundo Roziel ela telefonou para ele às 18h37 para informá-lo de que o ônibus estava atrasado, e que ia pegar carona com um amigo dele chamado Oliveira.
Ainda segundo Roziel, ele teria negado conhecer alguém com esse nome e disse à moça que não aceitasse a carona. A moça não fez mais contato. O rapaz disse que no sábado foi à garagem da viação que faz a linha Vitória-Irupi para localizá-la, porque o celular estava fora de área, sem sucesso.
Segundo a delegada responsável pelo caso, Maria Elizabete Zanoli, no mesmo dia uma bolsa com as roupas de Fábia foram encontradas na periferia de Lajinha, em Minas Gerais. “Elas foram identificadas por causa de um pen-drive que estava junto. A bolsa estava intacta, mas muito empoeirada e num local ermo”, explicou a delegada.
Zanoli disse também que Fábia não costumava mais pegar carona depois que começou a namorar com Roziel porque ele era muito ciumento. E que, segundo os depoimentos, após o último telefonema o namorado da professora tentou retornar a ligação, mas sem sucesso. A família da moça, que é de Piaçu, em Muniz Freire, está desesperada e mobilizou amigos e moradores das imediações para descobrir o paradeiro da professora. Nesta terça-ferira, 15, durante todo o dia, a delegada Zanoli ouviu parentes da professora, mas nenhum fato novo foi acrescentado. As denúncias podem ser feitas à polícia, pelo número 181. Qualquer informação pode ser repassada pelo telefone 28 3544 5295.
Com informações de amigos e do Jornal ES HOJE

Criança de 8 anos desaparece em rio de Simonésia

A estudante Ketolliy Eva Silva de Oliveira, de 8 anos, morreu afogada no rio São Simão durante a tarde desta terça-feira. A garota estava com outras crianças na margem do rio por volta de 3 horas da tarde de ontem.
Segundo o registro da Polícia Militar de Simonésia, foram chamados até a fazenda Palmeiras, na região do Córrego Boa Vista. A estudante estava se banhando no rio São Simão com outras crianças. Ela acabou se afogando e o corpo não foi mais visto.
O Corpo de Bombeiros foi acionado e esteve no local durante o final da tarde de ontem. Apesar das tentativas de localizar o corpo da garota, as buscas tiveram que ser interrompidas e serão retomadas hoje.
Carlos Henrique Cruz

Motorista é pêgo dirigindo alcoolizado na MG 111

A Polícia Rodoviária Estadual localizou um motorista dirigindo sob influência de álcool na rodovia MG-111, km 08, na zona rural de Ipanema, durante o final de semana.
Segundo o registro, os policiais faziam operação na estrada por volta de 22:30 de sábado. Eles abordaram o Monza GPN 8840/Ipanema conduzido por Sílvio Antônio do Carmo, 32 anos.
“No ato da fiscalização percebemos que o condutor apresentava sinais de haver ingerido bebida alcoólica, estando com a fala enrolada e olhos avermelhados, além de estar com dificuldades para apresentar os documentos obrigatórios”, relatou a equipe da polícia. Ele acabou confessando, na presença de uma testemunha, que ingeriu bebida alcoólica algumas horas antes. Apesar disso, o médico não constatou a embriaguez, apenas a confirmação de que havia bebido.
Além da bebida, o motorista estava com a carteria de habilitação vencida desde 2005 e com o licenciamento do carro atrasado desde 2004.
A Polícia Rodoviária Estadual apreendeu o veículo e a carteira de habilitação, além de aplicar as multas pertinentes às infrações de trânsito cometidas.
Carlos Henrique Cruz

terça-feira, 15 de julho de 2008

Adolescente de 15 anos é encontrado morto em Dom Corrêia

O corpo do adolescente Dielique Pereira Tomaz, 15 anos, mais conhecido como ‘Didi’, foi encontrado na manhã de ontem nas proximidades do distrito de Dom Corrêa. Ele estava estirado às margens de uma estrada de terra que dá acesso ao distrito de São Sebastião do Sacramento. O garoto será sepultado nesta terça-feira em Sacramento.
De acordo com informações, a Polícia Militar foi acionada por meio de denúncia anônima. “Alguém nos contactou, dizendo que um rapaz estava morto naquela estrada”, disse um policial. Chegando ao local a equipe da patrulha rural encontrou o jovem, sem qualquer identificação. Didi foi atingido com três golpes de faca no tórax e duas perfurações nas costas, “provenientes de uma arma de fogo”, adiantou o perito da Polícia Civil. Através de investigações a PM conseguiu chegar até a família do garoto.
O senhor Pedro Tomas Filho, pai da vítima, falou do momento em que recebeu a notícia. “Fui avisado por volta das 8h. Um vizinho me disse que a polícia tinha encontrado o chip do telefone celular no bolso do meu filho. Só assim que conseguiram avisar alguém sobre o acontecido”, lastimou o pai.
Pedro disse que seu filho saiu por volta das 19h de domingo em companhia de um rapaz conhecido como Wellington. “Fiquei esperando por ele até as 22h. Didi não tinha o costume de sair de casa e muito menos ficar muito tempo fora. Mas ultimamente estava andando muito com esse rapaz”, revelou o pai, afirmando ainda que o filho havia vendido uma motocicleta para Wellington. “Dias atrás ele o cobrou. O veículo não foi pago integralmente”, avisou.
A reportagem do jornal Diário de Manhuaçu perguntou a alguns moradores da localidade a respeito de Wellington, mas quase ninguém soube dar informações. “Ele é novo por aqui. Só sei que morava em Belo Horizonte”, limitou-se a dizer uma senhora.
Pedro falou sobre os hábitos do filho. “Didi era muito trabalhador, responsável e gostava de ficar com a família. Estamos transtornados, não consigo acreditar que o perdi”, lamentou.
A polícia acredita que Wellington não seja o assassino. “O encaminharemos à delegacia para prestar esclarecimentos a respeito da documentação da motocicleta, que se encontra toda irregular. Tudo indica que ele não tem relação com a morte”, disse um militar que acompanha as investigações.
Didi está sendo velado na casa de seus pais. O sepultamento será hoje, às 15h, no cemitério do distrito de Sacramento.
Informações do Jornal Diário de Manhuaçu

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Raul-soarense é o novo presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais

O raul-soarense Carlos Roberto Noronha (foto), residente em Belo Horizonte, foi designado, conforme ato assinato pelo Governador do Estado de Minas Gerais no dia 4 de julho, Presidente do IEPHA/MG - Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. Carlos Roberto já atuava no IEPHA/MG na função de vice-presidente da entidade. Fez graduação em Arquitetura e Mestrado na área de “Análise Crítica e História da Arquitetura e Urbanismo” na EA-UFMG. Atuou na área acadêmica como professor de Projeto Arquitetônico, Urbanismo e Trabalho de Graduação nas faculdades de arquitetura do Instituto Isabela Hendrix e PUC Minas. É pesquisador de carreira da Fundação João Pinheiro, com trabalhos nas áreas de Estudos Históricos e Culturais e de Planejamento Urbano. Membro do Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte, desde o ano de 2000, como representante da sociedade civil. Recentemente foi indicado pelo governo estadual para o Conselho Estadual do Patrimônio Cultural.

Pascoal On Line

Eleições 2008: 15 candidatos estão na mira das impugnações

Seis candidatos a vereador foram considerados inelegíveis pelo Ministério Público. Além disso, foram apresentadas petições com pedido de impugnação de candidaturas de candidatos a Prefeito em Manhuaçu, Reduto e São João do Manhuaçu. Três candidatos a vereadores também estão na mira e terão que se defender para não perder o registro da candidatura. Entre os interessados em disputar o cargo de vice-prefeito apenas um foi alvo de pedido de impugnação.
Nos seis municípios da zona eleitoral de Manhuaçu, são quase duzentos candidatos às prefeituras e câmaras. Desse total, quinze nomes foram alvos de diversas petições.
O Ministério Público Eleitoral apresentou seis pedidos em que considerou candidatos a vereador inelegíveis:
José Antônio Luiz – PRB – Simonésia – Zé Antônio Euzébio Valdir Alves da Silva – PP – Simonésia – Valdir Bagulho Joaquim Gonçalves da Costa – DEM – Simonésia João Alves de Souza – PMDB – Simonésia – João Luciano Hyldo Teixeira de Siqueira – PT – Simonésia – Dezim Teixeira Felipe Lourenço de Figueiredo – PMDB – Simonésia
Além desses casos, a Justiça Eleitoral também recebeu pedidos de impugnação das duas candidaturas de prefeito de São João do Manhuaçu. O grupo do candidato João Carolino entrou com pedido de impugnação da candidatura de Zé Brás, ao mesmo tempo, o grupo do atual prefeito e candidato à reeleição pediu também o impedimento do candidato da oposição.
Nas petições dos dois grupos, os motivos são parecidos. Eles utilizam contas rejeitadas e processos na justiça, além de denúncias, para justificar seus pedidos.
Em São João do Manhuaçu, a candidata a vereadora Malvina Luiza Florêncio também foi alvo de pedido de impugnação. O PSDB entrou com solicitação na Justiça Eleitoral alegando que ela não saiu da função de Secretária Municipal no prazo previsto pelo calendário eleitoral.
Em Reduto, o quadro não foi muito diferente. O grupo da coligação de Márcio Gerard apresentou pedido de impugnação da candidatura do ex-prefeito José Carlos Lopes. Eles apresentaram processos cíveis e criminais que ele responde e ainda a falta de uma certidão da Câmara Municipal sobre as contas do período em administrou a prefeitura.
E em Manhuaçu, não houve muitas novidades. O candidato a vereador Romeu Meira Dias apresentou pedidos de impugnação contra as candidaturas dos vereadores Gedival Breder (Democratas) e Jânio Sérvio Mendes – Catinga (PMDB), além do prefeito Sérgio Breder (da Coligação O Trabalho Continua).
Romeu alegou que Gedival e Jânio Sérvio foram condenados em primeira instância no processo que apurou irregularidades na cassação de Geraldo Perígolo em 1999. Os dois vereadores são acusados de formação de quadrilha e corrupção passiva em ação do Ministério Público.
Já contra o prefeito Sérgio Breder, Romeu Meira alegou que ele responde a Ação Civil Pública por conta de um contrato com a Viação Caparaó em 1996. No primeiro mandato, ele foi denunciado pelo Ministério Público por ter concedido o serviço coletivo à empresa de ônibus e foi condenado por improbidade administrativa.
Em todos os casos, os processos ainda estão em andamento. Catinga, Gedival e Sérgio Breder recorreram das decisões e os processos ainda não foram finalizados.
Especialistas em Direito Eleitoral consultados pela reportagem acham difícil que qualquer uma das petições consiga realmente impugnar as candidaturas. De qualquer forma, todos os candidatos citados têm sete dias para apresentar defesa e somente depois disso é que o Juiz Eleitoral Vinícius Ristori irá julgar os casos.
E como já era esperado, o pedido de registro da candidatura atrasada de Nayme Salles para prefeito e Vinícius Resende para vice-prefeito pela coligação Manhuaçu para Todos (PRTB/PMN) também foi alvo de impugnação.
Todo mundo sabe que eles apresentaram o pedido na terça-feira, três dias depois do prazo final previsto na lei eleitoral. O Ministério Público e o candidato Nelson de Abreu encaminharam petição para que a Justiça também recuse a candidatura dos dois. A chapa que quer disputar a prefeitura também tem sete dias para se defender.
Portal Caparaó

Ministério Público proíbe realização da Expo Raul

O Ministério Público em Raul Soares impetrou medida de Pedido de Providência Civil contra o Sindicato dos Produtores Rurais de Raul Soares, suspendendo a realização da Exposição Agropecuária deste ano. A alegação da Promotoria é a de que o Sindicato não providenciou, como já havia sido solicitado desde a exposição do ano passado, os requisitos mínimos de segurança necessários para a realização de um evento dessa magnitude.
De acordo com a Promotoria, se os itens de segurança não forem rigorosamente cumpridos, não haverá festa.
Após esta decisão, o evento fica automaticamente adiado para outra ocasião, até que todas as medidas de segurança exigidas sejam regularizadas.
Pascoal On Line

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Prefeitura de Matipó: site para cidadãos está no ar

A Prefeitura de Matipó procurando tornar mais transparente suas ações colocou no ar um site que trará todas as informações referentes ao município. Os internautas terão a oportunidade de navegar pelos links que serão disponibilizados e conhecerem sobre as leis, finanças e ações do município. O endereço de acesso é www.matipo.mg.gov.br e será atualizado diariamente com reportagens sobre as realizações da prefeitura em toda a cidade. Além das reportagens feitas pela Assessoria de Comunicação, os cidadãos ainda poderão acessar aos conteúdos dispostos nos links das Secretarias Municipais. A idéia do site se adequa à nova realidade da internet. O crescimento no número de usuários na cidade se projetou como de substancial importância para que o órgão executivo disponibilizasse um meio mais rápido de acesso às informações do município. Willian Chaves Assessoria de Comunicação Prefeitura de Matipó

Cinco acusados de envolvimento em assalto são presos

Cinco pessoas foram presas acusadas de envolvimento no assalto a agência bancária de Conceição de Ipanema. A Polícia Militar ainda apura a participação de outros dois elementos acusados de envolvimento no crime. Dois homens armados entraram na agência do Sicoob Credicaf por volta de 11:15. Eles renderam os funcionários do banco e obrigaram que abrissem o cofre. Os bandidos fugiram numa Fiorino branca levando 69 mil reais. A polícia ainda procura outros quatro acusados de envolvimento e o dinheiro levado da agência.
A equipe do destacamento de Conceição de Ipanema, coordenada pelo Sargento Jouber, iniciou o cerco imediatamente. A ação rápida dos militares conseguiu apreender o Fiorino poucos instantes após o roubo. Eles abandonaram o carro cerca de dois quilômetros fora da cidade.
Com o cerco acionado, uma equipe da Polícia Militar percebeu o Voyage azul. O carro, ao perceber os policiais, saiu em alta velocidade pela estrada que liga Ipanema a Caratinga. Ao serem alcançados, os policiais encontraram Fábio Martins Gonçalves, 24; e Raquel Maria Alves, 18 anos.
Fábio não correu à toa. O motorista teve como função atrair os policiais para o seu encalço, enquanto os verdadeiros autores fugiam por outro percurso.
LEVANTAMENTO DETALHADO
Raquel Maria tinha uma função diferente no crime. Segundo a polícia apurou, a jovem foi a responsável por levantar a rotina do banco e dos policiais. Ela apurou o dia de maior movimento, os detalhes do pagamento de aposentados e ainda a forma de trabalho dos policiais. O monitoramento foi tão preciso que a garota apurou quantos policiais compõem o destacamento e se havia câmeras e mecanismos de segurança na agência.
Na pochete de Márcia Adriana Alves de Lima, 23 anos, os policiais encontraram R$ 2.094,75 em notas de 50 e de 100 reais. Raquel disse que o dinheiro, em cédulas novas em folha, está com ela há mais de ano e que guardou na carteira esse tempo todo. “Como não estavam ‘surradas’ ou ‘amassadas’ de todo esse tempo na carteira, a nossa desconfiança que isso já seja parte do pagamento pelas informações que ela levantou”, afirmou o Sargento Jouber, explicando que Márcia também apurou a movimentação dos funcionários do banco e dos policiais militares da cidade.
A polícia também apurou que a mulher havia recebido trinta reais de um cidadão para depositar numa conta em Belo Horizonte. O dinheiro havia sido exigido pelo tio dela, Zé Patanga, na noite de terça, através de um celular com DDD 031.
Com essas informações, os policiais apuraram que José Alves de Moura, o Zé Patanga, dormiu na casa do sobrinho dele com mais três ou quatro elementos. Ele teria articulado todo o plano e arrumou o grupo que cometeu o assalto ao banco na cidade.
MAIS DOIS
Os policiais prenderam também Adão Sebastião de Oliveira, 31 anos, que hospedou o grupo de seu tio, e Dougliana Aparecida Alves de Lima (irmã de Márcia), 19 anos, que também levantou a rotina do banco.
Ela ainda seria responsável por telefonar para Fábio quando o cerco da polícia fosse desmontado. O rapaz iria até um local na zona rural e daria fuga para o grupo de assaltantes. O ponto de encontro seria uma mata no córrego Angelim. A polícia passou a noite em levantamentos na região, mas a quadrilha chefiada por Zé Patanga conseguiu escapar com os 69 mil reais da agência.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Justiça afasta prefeito de Rio Casca

A Justiça de primeira instância determinou nesta terça-feira, o afastamento do prefeito de Rio Casca, Zona da Mata, José Maria de Souza Cunha, sem prejuízo de sua remuneração e até o término da instrução processual relativa à ação civil pública em que o chefe de Executivo municipal é réu. Em 2005, ele colocou servidores efetivos em disponibilidade, com direito a receber as respectivas remunerações, e nomeou outros, do quadro de recrutamento amplo, para as suprir as vagas. Isso gerou gastos extras aos cofres públicos.
Em 2007, a Justiça havia concedido liminar requisitada em ação civil pública proposta pelo promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Eduardo Nepomuceno, determinando que os servidores fossem reconduzidos aos seus cargos.e também a indisponibilidade dos bens do prefeito para ressarcir os cofres públicos.
Como o prefeito não respeitou a decisão da juíza da comarca, Dayse Mara Silveira Baltazar, embora ela tenha estabelecido multa diária de R$10 mil caso a liminar fosse descumprida, o Ministério Público Estadual requereu agora que ele fosse afastado do cargo. Novamente, a juíza da comarca atendeu o pedido do MPE. Além de decretar o afastamento imediato do prefeito, a juíza determinou nesta terça-feira que a Câmara Municipal fosse notificada da decisão para dar posse ao substituto legal. Portal Uai

Assaltantes roubam R$ 80 mil em agência do Sicoob

Três homens armados renderam funcionários da agência do Sicoob Credicaf em Conceição de Ipanema no início da tarde desta quinta-feira. Os bandidos levaram 80 mil reais e fugiram num Gol de cor escura. A Polícia Militar está empenhada no acionamento do cerco nas cidades vizinhas, mas não tem notícias do paradeiro dos assaltantes.
Segundo as primeiras informações, os bandidos chegaram por volta de 11:30 na agência. Armados, eles renderam os funcionários e disseram que queriam apenas o dinheiro e não tinham a intenção de ferir ninguém. Os três homens – dois brancos e um moreno – fugiram por uma das estradas vicinais da zona rural. O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) acionou as cidades vizinhas a Conceição de Ipanema para montarem o cerco policial na tentativa de localizarem os assaltantes. Com informações da PM e Portal Caparaó

terça-feira, 8 de julho de 2008

Criança de quatro anos morre atropelada na MG-111

Um estudante de quatro anos morreu atropelado na MG-111, córrego Lanço Grande, na zona rural de Santana do Manhuaçu na tarde de ontem. O taxista Júlio César Moreira da Silva, 46 anos, não conseguiu parar o carro antes de atingir o garoto Marco Antônio da Silva Lopes. Policiais Militares Rodoviários foram chamados pelo Pronto Atendimento de Simonésia por volta de 13:30 horas. Marco Antonio da Silva Lopes, 4 anos, estudante, morreu durante o deslocamento para o serviço de emergência.
O condutor do Vectra, placa GTI 6189/Belo Horizonte, Júlio César Moreira da Silva, 46 anos, contou que dirigia pela rodovia MG 111, sentido Ipanema a Manhuaçu, quando na altura do km 27,2, ao efetuar uma curva acentuada à esquerda, foi surpreendido pela criança que atravessava a pista.
Ele disse que tentou parar o carro, porém não conseguiu evitar o atropelamento da criança, que se encontrava com seu avô. O motorista conseguiu para uma ambulância, que passava pelo local, e socorreu a vítima. Apesar da atitude, o menino teve ferimentos graves e morreu antes de chegar a Simonésia.
Carlos Henrique Cruz

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Motociclista é preso com drogas em Caputira

O vidraceiro José Augusto Satlher, 22 anos, foi detido pela Polícia Militar na rodovia AMG 900, acesso de Caputira à BR-116, com uma bucha de maconha e uma pedra de crack no bolso. O rapaz conduzia uma moto sem documentos e não tem habilitação.
Policiais realizavam a chamada operação presença em função da festa em Caputira. Abordaram José Augusto numa Honda CG 125, placa GRU-8748 de Ervália/MG. Ele levava um colega na garupa.
No ato da fiscalização, o piloto adiantou aos policiais que não tem CNH, não portava nenhum documento pessoal e nem da motocicleta. Segundo o registro, os policiais acharam o comportamento dos dois muito suspeito e decidiram dar uma busca em ambos.
No bolso da blusa de frio do motociclista havia uma bucha de maconha e uma pedra de crack.
LICENCIAMENTO
Após consulta junto ao sistema informatizado do COPOM/11º BPM, os militares constataram que o último licenciamento da motocicleta é alusivo ao ano de 1998. Também não existia arame e lacre de selagem da placa de identificação.
O motociclista foi preso, a motocicleta removida ao pátio credenciado, as drogas apreendidas e tudo levado para a delegacia, além das infrações de trânsito aplicadas.
Informações da Polícia Rodoviária Estadual

Ex-prefeito de Santa Margarida é preso durante o final de semana

A equipe do Delegado Cristiano Augusto Xavier (foto) prendeu no início da tarde deste sábado o ex-prefeito de Santa Margarida Manoel Pereira Lima (Nelito). Não foram divulgados os motivos da prisão preventiva decretada pela Justiça de Manhuaçu, mas o grupo do Departamento de Homicídios apura o assassinato do advogado e oficial de justiça Bernardo Mendonça Tebet.
A equipe da Delegacia de Homicídios chegou a Santa Margarida por volta de 14 horas. Eles foram direto à casa do ex-prefeito na rua do Rosário. Pouco tempo depois, Nelito saiu acompanhado dos policiais e de um médico.
O ex-prefeito, que sofreu um infarto há pouco mais de 50 dias, foi levado direto para o hospital da cidade. Ele teria passado mal ao saber do mandado de prisão preventiva e teve que ser hospitalizado.
De acordo com uma fonte, Nelito está sendo mantido no hospital e, por recomendação médica, não foi removido para outra cidade.
O ex-prefeito teria tido a prisão preventiva decretada na sexta-feira depois que os autos do inquérito da Polícia Civil foram entregues ao Ministério Público.
A prisão de Wellington Martinez e Admardo Antônio, acusados de terem executado o advogado Bernardo Mendonça em agosto de 2007, foi transformada em preventiva, já que o prazo da temporária estava expirando.
Segundo um advogado, Wellington contou outra versão e apresentou novos fatos relacionados à execução de Bernardo. Isso pode ter motivado a prisão do cafeicultor e ex-prefeito.
O delegado Cristiano Augusto Xavier não falou à imprensa nesta sexta. O caso continua em segredo de Justiça e parece que as recomendações são para evitar qualquer vazamento de informação.
Entenda o caso
Bernardo Mendonça Tebet se mudou para Manhuaçu em 1993 e começou a trabalhar no ramo de comércio de café. Ao longo dos anos, abriu e manteve várias empresas de corretagem de café em nome de laranjas.
Em novembro de 2005, sofreu um atentado e quase perdeu a vida num crime misterioso na região dos bairros Ponte da Aldeia e Bom Jardim. Quase dois anos depois, ele foi morto com três tiros na noite de 20 de agosto no km 94 da MG-111 entre Reduto e Manhumirim.
Há cerca de trinta dias, o delegado Cristiano Augusto Xavier chegou em Manhuaçu e prendeu Admardo Antônio (apontado como mentor de um plano para executar o advogado) e Wellington Martinez (que garantiu que executou o crime a pedido da própria vítima) - foto ao lado.
Depois de reconstituírem os passos dos dois crimes, a equipe voltou a Belo Horizonte e, ao que parece, concluiu algo diferente do que foi divulgado na época. Naquele dia, a história era de que Bernardo contratou os dois para matá-lo e, como resultado, deixaria 2,5 milhões como prêmio de um seguro de vida para sua família. Eles teriam recebido 20 mil reais pelo serviço. Poucas pessoas acreditaram nessa versão.
Na semana passada, o advogado Reinaldo Magalhães afirmou que o crime tem a ver com os negócios de café de Bernardo. Ele chegou a citar Nelito. A Polícia confirmou que o advogado era executado pela Receita Federal por uma dívida de 18 milhões de reais.
Na quarta-feira, o delegado Lourival Silva Pereira afirmou à reportagem que o caso ainda não estava concluído, mas não detalhou em que a Polícia Civil de Belo Horizonte estava se dedicando.
Com informações do Portal Caparaó

Polícia Militar apreende drogas em três cidades na região

A Polícia Militar registrou quatro ocorrências de drogas somente no sábado na área do 11º Batalhão de Polícia Militar. Foram dois fatos em Rio Casca, um em Manhumirim e outro em Alto Caparaó.
Na madrugada de sábado, na rua Rafael Vicente Amil, centro, os policiais abordaram Mário Antônio Bernardo Cler, vulgo Feijão, 30 anos, depois de denúncias.
Os policiais encontraram com o rapaz um tablete de maconha de cerca de 10 gramas. Ele foi levado a delegacia e assinou o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para comparecer à Justiça.
RIO CASCA
O desempregado José Maurício da Silva, 19 anos, foi preso acusado de tráfico de drogas, segundo a Polícia Militar, na tarde de sábado, em Rio Casca.
Denúncia anônima através do 190 dava conta que o rapaz estava comercializando drogas no interior de um bar. Com ele foi apreendido um papelote de cocaína e a quantia de R$147,00 em dinheiro.
Durante a madrugada, no Parque de Exposições de Rio Casca, o auxiliar de serviços gerais Bruno Aparecido de Oliveira Gonçalves, 19 anos, foi detido com sete papelotes de cocaína.
Durante a festa de aniversario da cidade, militares abordaram o rapaz visto em atitude suspeita. Ele foi preso e o material apreendido e encaminhado à Delegacia de Polícia.
ALTO CAPARAÓ
Helmuth Heiderich, 23 anos, foi detido durante uma abordagem num bar na avenida Acacíbio Gomes de Oliveira, bairro Campo Belo, Alto Caparaó, no início da noite de sábado.
Ao avistar os policiais, ele tentou dispensar a droga, próximo à porta do bar. Os militares apreenderam duas buchas de maconha.
Ele disse que comprou a droga no Morro do Jair, em Manhumirim, de um cidadão com estatura mediana, moreno, magro e cabelos crespos. Helmuth diz que não sabe o nome do fornecedor da droga. O rapaz foi conduzido até a Delegacia de Espera Feliz.
Com informações da PM e Portal Caparaó

Motociclista atropela e não presta socorro em Abre Campo

A Polícia Militar de Abre Campo procura o motociclista José Gabriel de Oliveira, morador do córrego Morro Alto, na zona rural do município. Ele á acusado de atropelar três pessoas numa estrada vicinal na noite de sábado para domingo.
Segundo uma testemunha, José Gabriel pilotava a motocicleta Honda CG 150, HDY8825/Abre Campo, quando atropelou Leidimar de Miranda Brandão Martins, 32 anos; Geovázio Martins de Miranda, 57; e Efigênia Martins de Miranda, 70 anos.
Ele fugiu sem prestar socorro. As três vítimas foram atendidas no Hospital de Abre Campo e encaminhadas para o Hospital de Rio Casca, com fraturas na perna e escoriações pelo corpo.
A moto usada por ele foi localizada abandonada no quintal de uma casa na zona rural. Os dados de José Gabriel foram fornecidos por familiares.
Portal Caparaó

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Dois acidentes na BR 116; Gerente das Casas Bahia de Manhuaçu morre

O gerente da Casas Bahia de Manhuaçu Adriano Peixoto Alves, 33 anos, morreu no final da manhã de hoje num acidente no km 601 da BR-116, próximo a São João do Manhuaçu. O Corpo de Bombeiros atendeu um segundo acidente no mesmo horário com seis feridos no trecho de Vilanova a São Pedro do Avaí.
Adriano Peixoto dirigia um Corsa DDE 6657/Caratinga quando foi atingido em cheio na lateral esquerda pela carreta LTX 1264/Duque de Caxias, conduzida por Fernando Santana da Silva, 41. O motorista morreu na hora.

De acordo com informações colhidas no local, Adriano era de Caratinga. Ele gerenciou a loja naquela cidade e depois foi transferido para Muriaé. Com a inauguração da filial em Manhuaçu, o gerente veio para a nova loja.
O acidente foi por volta de 11 horas, quando ele seguia para Muriaé, onde reside atualmente. OUTRO ACIDENTE
No km 584,5 da BR-116, no trecho entre Vilanova e São Pedro do Avaí, o Corpo de Bombeiros socorreu seis pessoas. O acidente envolveu a pick-up Strada HBQ 0314/Betim(MG) e o Palio MQX 7051/Ibatiba(ES). Os dois veículos bateram de frente. Chovia no momento da colisão.
O condutor da Strada Adenilson Lemos Barros e o passageiro Genadir Sathler, 50, foram socorridos com ferimentos leves. Os passageiros do outro carro Glécia Cristina Pereira, 19; Roberta Aparecida Egydio, 20; Guilherme Pereira Egydio, 50; e Sofia Cristina Egydio Rodrigues, 3 meses, tiveram escoriações.
Jailton Pereira - Portal Caparaó
Fotos: Renato Cosme - Diário de Manhuaçu