terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Prefeitura de Matipó recupera estradas e prefeito trabalha até no domingo

O prefeito de Matipó, Fábio Henrique Gardingo, acelerou a recuperação de estradas na zona rural do município. No último domingo, 29 de janeiro, ele acompanhava de perto o patrolamento e cascalhamento da estrada que liga as cidades de Matipó e Caputira.

Nos dia de hoje não é muito raro ver político trabalhando durante a semana. No domingo, então.... Parabéns ao prefeito e sua equipe. Os produtores que utilizam a estrada diariamente agradecem a recuperação da via.

Willian Chaves 




segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Loja VIA LULUTI, exclusiva Hering em Matipó, está com super promoção


capa
A Via Luluti está com uma promoção imperdível! Vale a pena fazer uma visita e conferir os nossos descontos especiais.
A Via Luluti – Loja exclusiva Hering em Matipó, está com uma super promoção em algumas peças HERING E GATOS E ATOS, com desconto de 40%.
A Via Luluti está situada à Avenida Joaão Mendes Magalhães, na Galeria Dona Sinhá, Centro de Matipó.
Contato: 31 3873 1952

Por MatipoNews

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Cantor Agnaldo Timóteo depõe em Caratinga sobre suposto esquema de pedofilia

Cantor, compositor e vereador em São Paulo pelo PR, Agnaldo Timóteo prestou depoimento nesta quinta-feira (26) na delegacia de Polícia Civil de Caratinga, no Leste do Estado, sua cidade natal. O nome dele foi citado durante as investigações de um suposto esquema de pedofilia na região. Um funcionário do cantor também foi ouvido.

De acordo com a polícia, o cantor seria amigo de um dos suspeitos, identificado como Maguila, de 49 anos, e que seria treinador de futebol em uma escolinha. Na saída da delegacia, Timóteo disse que o amigo é inocente das acusações e que ele jamais desrespeitaria os seus alunos. O depoimento durou três horas.

"Chegamos ao final das investigações e na semana que vem vamos encaminhar os autos para o Ministério Público para que ele proceda as acusações", afirmou a polícia.

Seis pessoas suspeitas de participação no suposto esquema de pedofilia foram presas no último dia 13 de janeiro. Eles aguardam as investigações detidos no presídio de Caratinga.

O Tempo

Instalação de elevadores na Câmara Municipal de Matipó gera discussão nas ruas

Um polêmica que se iniciou nas redes sociais e ganharam as ruas de Matipó nos últimos teve nesta quarta-feira, 25, a primeira explicação da Câmara de Vereadores da cidade. Trata-se da instalação de elevadores no novo prédio da Casa Legislativa. A justificativa dos parlamentares é a questão da acessibilidade a cadeirantes e portadores de necessidades especiais.

Em meio a população as opiniões divergem sobre a instalação dos elevadores. Alguns sustentam que é importante a facilitação ao acesso a todos os dois andares do prédio, mas outros são contra, salientando e questionando o porquê da adequação ocorrer somente, já que poderia ter sido feita no projeto inicial da obra. A construção não tem pouco menos de dois anos.

Durante sessão extraordinária realizada na Câmara para votação do projeto de lei que concede aumento salarial aos funcionários da prefeitura do município, o vereadores Fernandão(PSDB) defendeu na tribuna a implantação dos elevadores e a questão da acessibilidade, afirmando que a medida possibilitará que portadores de necessidades especiais poderão deslocar com facilidade pela Casa.

A polêmica continua nas ruas. A obra, que será custeada com dinheiro público, atende às exigências da atualidade com relação à acessibilidade, porém, é muito questionada. O motivo do questionamento é não observação pelos responsáveis pela construção do prédio da Câmara na fase inicial do projeto para construção de outras formas de acesso mais em conta ao cofre do município. Alguns chegam a defender que se construam apenas rampas.

A discussão está posta. Caberia por parte dos parlamentares uma consulta pública com a participação de toda comunidade. Assim, ficariam às claras todas as formas e medidas adotadas para adequação do local.

Outras perguntas podem ser feitas por populares e já adianto algumas aqui no Blog para que a Câmara se manifeste. O Blog do Willian Chaves está à disposição dos vereadores para qualquer tipo de manifestação.

Algumas questões:

- Quantas pessoas a medida beneficiaria no município? A Câmara possui algum levantamento?
- Em média, quantas pessoas acompanham as reuniões da Casa?
- Por que o projeto inicial de construção não previa a imediata construção de acessos para pessoas com dificuldades de locomoção?
- Qual o valor real da instalação dos elevadores? E quanto custaria se estivesse já no projeto inicial?
- Órgãos competentes como o CREA e/ou a Secretaria de Estado de Assistência Social e outros acompanham ou orientação em como se preparar um projeto de acessibilidade?
- A Câmara de Vereadores possui algum outro projeto que garanta o direito de ir e vir das pessoas em outros locais da cidade? Como escolas municipais, jardins, acesso às calçadas? (fica a sugestão)
- Quando começa a obra?

Enfim, se mais alguém tiver outros questionamentos é só enviar por email que as publicarei no Blog. O email é wmcnoticias@gmail.com

Está aberto o fórum. Participe!

Em tempo: BOA NOTÍCIA! O projeto que concede o aumento para os funcionários da Prefeitura foi aprovado por unanimidade.

Participaram da reunião os vereadores: Adão Ricardo, Evandro (Presidente da Câmara), Tique, Binho, André, Fernandão e Jorge.

Empossados 15 diretores de escolas estaduais da região

Na manhã desta terça-feira (24) tomaram posse outros 15 diretores de escolas estaduais localizadas nos municípios pertencentes à área de atuação da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Manhuaçu. A cerimônia ocorreu na sede da Superintendência, localizada na Rua Amaral Franco, centro, e contou também com a presença dos inspetores e foi coordenada pela diretora da SRE de Manhuaçu, Patrícia Luciene Lima Fialho.

Esta cerimônia foi para a posse dos funcionários em educação que estão assumindo a direção de suas escolas pela primeira vez, ou que já haviam sido diretores em outra oportunidade. Na terça-feira (17) aconteceu uma cerimônia de posse para outros 50 diretores. Naquela data, tomaram posse os diretores que foram reeleitos para um novo mandato na direção dos estabelecimentos de ensino onde trabalham.

Após um café oferecido aos presentes, houve a apresentação dos novos inspetores que irão trabalhar junto às escolas e a Diretora da SRE de Manhuaçu fez uma apresentação de como deve agir um diretor no exercício da função. Foi lido também o termo de compromisso que os diretores das escolas estaduais assumem.

A nomeação
Neste sábado (21) saiu a publicação no Jornal Minas Gerais (Imprensa Oficial do Estado) com os nomes destes diretores. Os cargos de diretores são de confiança, e a nomeação é de competência exclusiva do governador Antônio Anastasia.

A posse desses gestores é dada pelas SREs à qual a escola está vinculada e o exercício se dá imediatamente após a posse. O intuito da Secretaria de Estado de Educação (SEE) é de que todos os diretores que foram nomeados, sejam novos ou reconduzidos aos cargos, estejam em exercício no início do ano letivo.
Como a legislação estabelece que algumas escolas possam ter mais de um vice-diretor, de acordo com o número de alunos, serão designados, primeiramente, 3.458 servidores para essa função.

Indicação democrática
Apesar de ser um cargo de confiança, cuja nomeação é de competência exclusiva do governador, a comunidade escolar teve a oportunidade de indicar os nomes de sua preferência para a direção de sua escola. Em processo de consulta, organizado pela Secretaria de Estado de Educação, servidores das escolas, pais e alunos deram suas sugestões por meio do voto.

O resultado do processo de indicação foi apurado pelas comissões organizadoras de cada escola, encaminhado às superintendências regionais de Ensino e inseridos em sistema online da secretaria. Pela sétima vez, a comunidade escolar foi consultada e teve a opção de sugerir os nomes de preferência, antes da nomeação oficializada pelo governador.

Na rede estadual existem, atualmente, 3.777 escolas, mas nem todas realizam o processo de indicação de diretores junto à comunidade escolar.

Diretores e escolas
Segue abaixo a relação dos novos diretores e seus respectivos estabelecimentos de ensino nesta terça-feira:

- Heloisa Helena Pereira Soares – E.E. Pe. Alfredo Kobal (Caputira)

- Maria Geralda Soares Feitoza – E.E. Governador Juscelino Kubitschek (Conceição de Ipanema)

- Gilmair Hubner Franca Januário – E. E. Cap. Nestor Vieira de Gouveia (Lajinha)

- Cleuselena da Silva Neves – E. E. Arnaldo Leite Ribeiro – (Lajinha)

- Luiz Carlos Pereira – E. E. Dr. Adalmário José dos Santos (Lajinha)

- Poliana Souza Ribeiro Cota – E. E. São Vicente de Paulo (Manhuaçu)

- Rosany de Carvalho Figueiredo – E. E. Antônio Welerson (Manhuaçu)

- Júlio Caetano Dias – E. E. Dr. Eloy Werner (Realeza-Manhuaçu)

- Ieda de Fátima Quintino – E. E. de São Sebastião do Sacramento (Sacramento-Manhuaçu)

- Lucinea Rodrigues da Silva Rosa – E. E. Valdomiro Magalhães (Matipó)

- Ana Cláudia de Souza Silva – E. E. do Bairro Boa Vista (Matipó)

- Lucimar Alexandrina de Souza Soares – E. E. Dionysio Costa (Mutum)

- Neuzeli Coimbra de Almeida – E. E. Maria Luiza Alves Vieira (Mutum)

-Henock de Souza Tuelher – E. E. Célia Pereira Mendes (Santana do Manhuaçu)

- Célia Perígolo Fernandes – E. E. do Povoado de São Vicente (Simonésia)



MatipóVip e Manhuaçu.com

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Brookfield busca parceria com Prefeitura de Abre Campo, porém, sem êxito



Após vários dias de trabalho de recuperação das estradas de Granada e Córregos como os da Serrinha ou Valão, como é mais conhecido, a empresa geradora de energia canadense  tentou fazer parceria com a Prefeitura de Abre Campo, mas não conseguiu.

Teve mesmo que arcar sozinha com o projeto para dar continuidade aos trabalhos que se iniciaram há dois meses, depois do acordo feito entre Empresa e o MAB.

Os moradores da região ainda não estão completamente interagidos do "porquê" dessa movimentação de máquinas e caminhões nas estradas, pois ainda existem aqueles mal informados que acreditam ser trabalho executado pela prefeitura. O Padre Luiz Martins tem tentado esclarecer a população sobre tudo isto que está acontecendo, alertando que foi por iniciativa do MAB e de todas as comunidades granadenses que essa mudança está ocorrendo. Mas, até quem participa das reuniões, ainda insiste em dizer que a obra é do prefeito. Fazer o que?

As estradas que ligam Granada a Ponte Preta e Bicuíba não estão deixando nada a desejar. Como este percurso é de trânsito intenso nos finais de semana, uma vez que chegam muitos turistas para acampar, ou mesmo passar um domingo no conhecido "Bar do Zé", estão cada vez chegando mais, porque tempos atrás não havia como transitar por estas bandas, pois havia somente buracos e mato. Agora a impressão que se tem é de estar em um asfalto, literalmente.

Estamos sentindo que aos poucos Granada vai tomando um novo rumo. As estradas são o primeiro passo para alcançarmos mais. E quem esta envolvido com a luta do MAB sabe que tem muito ainda por vir. Como já foi dito, isto é apenas o começo para que tenhamos uma vida mais digna, para que tenhamos nossos direitos e possamos sentir vitoriosos e acreditar que temos voz, e que podemos ser atendidos em nossos apelos, desde que haja união e interesse coletivo para melhoria do lugar onde vivemos.

A Brookfield esta cumprindo com afinco o acordo feito com as comunidades. Esperamos, agora, que os outros pontos pautados, sejam também tão aprimorados quanto os da recuperação destas estradas.

Com informações do Blog da Amodig

Vereador é encontrado assassinado a pauladas em Jequeri


O corpo do vereador de Jequeri, Horácio Carlos de Souza, 42 anos, foi encontrado num córrego coberto por um pouco de mato na região do distrito de São Sebastião da Grota, no início da tarde desta terça-feira, 24. Ele estava desaparecido desde domingo e foi assassinado com golpe de um pedaço de pau.
A esposa de Horácio informou aos policiais que ele saiu de casa no domingo por volta de 06h30min dizendo ter um problema para resolver, mas que iria retornar para o almoço. Ele ainda tentou fazer uma ligação telefônica antes de sair. Como não retornou, familiares criaram um mutirão à procura do vereador.
No início da tarde, um dos moradores encontrou o corpo num local ermo coberto por uma vegetação, lançado dentro de um pequeno córrego. Horário tinha hematomas em diversas partes, provocados por pauladas ou um objeto parecido.
Testemunhas viram Horácio na estrada perto do local dos fatos na manhã de domingo. O nome de dois suspeitos foi passado para a Polícia Militar.
Um deles, um rapaz temido na comunidade e que tem histórico de agressões contra familiares, vinha fazendo ameaças ao vereador. Horácio teria negado um empréstimo para ele. O suspeito foi apresentado na delegacia, mas negou envolvimento. O outro nome foi registrado, mas a pessoa viajou para Belo Horizonte e não foi encontrada.
A ação foi desenvolvida de forma conjunta pelas Policias Militar e Civil de Jequeri.
Jailton Pereira

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Homem é encontrado carbonizado dentro de carro em estrada entre Padre Fialho e Pedra Bonita

Policiais Civis e Militares de Matipó, Pedra Bonita e Abre Campo estiveram nesta segunda-feira (23), na estrada que liga o distrito de Matipó, Padre Fialho, à vizinha Pedra Bonita para identificar o corpo de um homem carbonizado. Ele estava dentro de um Ford/Escort incendiado, placa LII 8076, de Volta Redonda/RJ que pertence a Kenidis de Oliveira Leite, 43 anos. 

Os policiais foram avisados por moradores da região por volta das 6:30 da manhã. O homem carbonizado estava deitado no banco de trás do veiculo. A perícia técnica, que esteve no local, fez levantamentos, mas não pôde afirmar se houve violência e nem conseguiu identificar a vítima.
 
A Policia Civil de Abre Campo encontrou ainda um relógio de pulso, uma chave e um pedaço de teclado de aparelho celular que foram levados para a delegacia.

Willian Chaves

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Prouni fecha inscrições com recorde de 1,2 milhão de candidatos

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) do Ministério da Educação foram encerradas Pas 23h59 desta quinta-feira (19) com um total de 1.208.398 candidatos participantes. A primeira chamada dos convocados para 195.030 bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior está prevista para domingo (22), segundo o MEC.

O número de inscritos é recorde na história do programa, criado pelo governo federal em 2004. No ano passado foram inscritos 1.048.631 candidatos.

Cada estudante teve o direito de fazer duas opções de cursos. Dessa forma, o número de inscrições chegou a 2.323.546.

Os estados com maior número de inscrições foram São Paulo, com 211.431; Minas Gerais, 151.437; Bahia, 92.983; Rio Grande do Sul, 82.046, e Rio de Janeiro, 73.534.

A oferta para este primeiro semestre é de 195.030 bolsas. sendo 98.728 integrais e 96.302 parciais, de 50% da mensalidade, em 1.321 instituições de ensino superior particulares, entre universidades, centros universitários e faculdades.

A oferta de bolsas de estudos em instituições privadas de ensino superior já foi divulgada no site do programa. O Ministério da Educação disponibiliza na página do Prouni o sistema de pesquisa por curso e por município das ofertas de bolsas de estudo de instituições privadas de ensino superior (universidades e centros universitários) participantes do programa.

Calendário

A primeira chamada será divulgada neste domingo (22). A partir do dia seguinte, até 1º de fevereiro, o candidato pré-selecionado terá prazo para comparecer à instituição de ensino, apresentar a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para 7 de fevereiro, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 15.

Ao fim das duas chamadas, os candidatos não pré-selecionados, ou aqueles que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma, podem manifestar interesse em fazer parte da lista de espera, que será usada pelas instituições participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda não ocupadas.
O período para manifestação de interesse na lista irá de 22 a 24 de fevereiro. Ao fim desse prazo, serão feitas duas convocações dos integrantes. A primeira, em 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda, em 9 de março, com prazo de 12 a 15 de março.

Critérios

Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933, a partir de 1º de janeiro). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866, em janeiro) por pessoa. Além de ter feito o Enem 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, curso normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola na qual atuam.

Criado em 2004, o Prouni já concedeu 919 mil bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

Willian Chaves com informações do G1

Câmara de Vereadores de Manhuaçu rejeita pedido de abertura de Comissão de Investigação contra prefeito afastado, Adejair de Barros


A Câmara de Vereadores de Manhuaçu recusou denúncia para abertura de comissão processante (CP) contra o Prefeito Adejair Barros, afastado do cargo por seis meses por ordem judicial. O pedido foi apresentado pelo vereador Fernando Gonçalves Lacerda, mas não foi acatado. Recebeu três manifestações favoráveis e cinco contrárias. Eram necessários sete votos (2/3 da composição do Legislativo) para ser aberta a investigação que poderia levar à cassação do mandato do chefe do Executivo.
O Poder Legislativo tem duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) em andamento para apurar supostas irregularidades no SAAE, SAMAL e Secretaria de Obras. O novo pedido é para abrir uma comissão processante. Conhecida como CP, ela tem poderes de apresentar o pedido de cassação do cargo de prefeito por causa de irregularidades político-adminstrativas.
Entenda o caso:
SAMAL
Fernando Gonçalves Lacerda baseou-se no escândalo do SAMAL em 2009 para iniciar sua denúncia. Em 29 de setembro daquele ano, a autarquia municipal ajuizou uma ação de ressarcimento contra José Carlos dos Reis e Sílvio Nunes de Carvalho, no valor de 650 mil reais. No dia seguinte, outra ação foi ajuizada e acrescentado o nome de mais uma parte: Carlos Roberto de Souza e o valor foi de 316 mil reais. Em abril de 2011, a Justiça extinguiu a primeira ação por abandono por parte da assessoria jurídica da prefeitura.
O vereador ainda citou a realização de auditoria no SAMAL e a abertura das ações para apresentar seu argumento: “Torna-se evidente que o prefeito afastado, Adejair Barros, tinha conhecimento dos desvios de recursos no SAMAL, bem como autorizou que o Dr. Miracy Ferreira Hott Filho, assessor jurídico do Município, ajuizasse ação no sentido de reaver a quantia desviada, contudo, sou levado a crer que a medida foi uma forma que o então prefeito encontrou para mostrar à opinião pública e aos vereadores que ele tomou as providências necessárias e obrigatórias. Estou convicto agora que, pelo modo como tramitou o processo, foi montada uma tremenda farsa, combinada entre José Carlos dos Reis, o prefeito e o assessor jurídico”.
Fernando ainda argumenta que mesmo com a ação em andamento, quando assumiu a prefeitura, Adejair Barros colocou José Carlos como secretário de obras. “Durante todo esse período em que esteve exercendo o cargo de secretário e, apesar de estar ‘atolado até o pescoço’ nos desvios de recursos do SAMAL, era o José Carlos quem coordenava todos os serviços da Usina, local onde houve todo o desvio, fato este público e notório e de conhecimento do prefeito afastado”, declarou o vereador que considerou a conduta de Adejair omissa.
SAAE
Na segunda parte, o vereador utiliza a Ação Civil Pública por Ato de Improbidade, apresentada pelo Ministério Público, com relação à denúncias envolvendo funcionários do SAAE e empresários, que motivou o afastamento de Adejair Barros.
“O prefeito afastado, através da omissão, permitiu ou consentiu para que as ações dos demais envolvidos fossem concretizadas. Estando ciente dos fatos delituosos, deixou de promover as providências legais cabíveis”, justificou.
A MULHER DA USINA
No final de sua denúncia, Fernando Lacerda conta que foi procurado pela funcionária pública Maria Aparecida Siqueira da Silva, a Aparecida do SAMAL. “Ela me relatou que estavam acontecendo novos desvios no SAMAL por parte do senhor José Carlos dos Reis. Segundo a mulher, inúmeros caminhões de materiais recicláveis da Usina de Lixo eram desviados e vendidos para terceiros. O dinheiro era pago o ex-secretário de Obras. Ela afirma que procurou o prefeito Adejair e denunciou o esquema, mas ele mais uma vez não fez nada. (…) Mais uma vez, no intuito de proteger seu pupilo, José Carlos dos Reis, o prefeito abafou o caso”, denunciou.
Fernando afirmou ainda que Aparecida procurou a vereadora Maria Imaculada e fez as mesmas denúncias, contudo ela não tomou providências. Ele explicou que foi ao Ministério Público e informou sobre as irregularidades de que foi notificado por Aparecida do SAMAL.

VOTAÇÃO
Para ser aceita a denúncia e aberta a Comissão Processante eram necessários sete votos. Durante a sessão desta quinta-feira, 19, o Presidente Jorge Augusto Pereira ouviu as manifestações dos vereadores.
Fernando, como denunciante, não tinha direito a voto. Francisco de Assis Dutra, Nelci Alves Gomes (Teté) e Jorge Augusto Pereira foram favoráveis. Antônio Carlos Xavier da Gama (Toninho Gama), Rômulo do Carmo Rodrigues, Gedival Breder, Juarez Elói e José Geraldo Damasceno (Zé Rulinha) foram contrários.
Toninho Gama foi taxativo ao justificar seu voto e acabou acompanhado por mais quatro vereadores. “Temos duas CPIs abertas pela Câmara de Manhuaçu para apurar justamente essas denúncias, além também de um procedimento do Ministério Público em andamento. Antes dos relatórios finais desses levantamentos, seria um ato muito precipitado abrir uma comissão processante para cassar o prefeito Adejair Barros. Já pudemos constatar que existem vários funcionários e pessoas comprometidas com irregularidades, mas o prefeito não figura diretamente em nenhuma dessas histórias”, afirmou.
O vereador ainda argumentou que Adejair Barros já está afastado do cargo, não está atrapalhando investigações e nem influenciando quem quer que seja. “Ele não aparece como alguém que desviou recursos ou levou vantagem nessas acusações. O prefeito não foi afastado por envolvimento em levar vantagem ou em corrupção. O afastamento foi para que não interferisse nas investigações. Até agora não há provas concretas de envolvimento dele nisso e, por isso, acho mais prudente esperamos a conclusão das CPIs e da apuração do Ministério Público. Se no futuro, realmente forem comprovadas situações de desvios, a Câmara não irá fugir de sua responsabilidade e eu mesmo serei a favor de uma comissão processante. O momento não é agora, ainda devemos esperar o relatório final”, concluiu.
O mesmo posicionamento foi mantido por Rômulo do Carmo Rodrigues ao relembrar os episódios que vivenciou como presidente da Câmara entre 1999 e 2000 com uma série de denúncias e afastamentos de prefeito. “Eu também voto pela prudência nesse momento. É preciso aguardarmos a conclusão desses relatórios e aí sim tomarmos as providências. A Câmara já instalou os procedimentos, está ouvindo testemunhas e acusados e, em breve, teremos fatos concretos para decidir mais claramente”, finalizou.
Com informações do Portal Caparaó

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Brookfield começa a cumprir o acordo firmado com o Movimento dos Atingidos por Barragens - MAB

De acordo com a Amodig, uma matéria postada em seu Blog em 23/09/2011, uma comissão com representantes das diversas comunidades atingidas pelas barragens de Emboque e Granada, construídas nos municípios de Raul Soares e Abre Campo (MG), recebeu a empresa Brookfield, responsável pelas obras, no acampamento Silvio Ziquita. Os atingidos apresentaram suas demandas à empresa e denunciaram a forma como foram tratados ao longo dos 15 anos da existência das barragens.

Cada representante apresentou as demandas urgentes das localidades, como a construção de estação de tratamento de água e esgoto, de fossas sépticas, de pontes e recuperação de casas danificadas. Também foram apresentadas pendências como a recuperação de estradas que, na imensa maioria, são ruins e perigosas. O acesso às cidades de Raul Soares, Abre Campo e Matipó foi muito prejudicado depois da construção das barragens.

Projetos coletivos de geração de trabalho, emprego e renda permanentes também estavam na pauta entregue aos representantes da empresa.

Os representantes reafirmaram o conteúdo do relatório aprovado em novembro de 2010 pelo Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, vinculado à Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, que constatou um padrão de violação dos direitos humanos na construção das duas barragens.

O diretor de meio ambiente da Brookfield, Antônio Fonseca, assumiu o compromisso de continuar o processo de negociação e afirmou que os erros cometidos pelas antigas donas das barragens, a Brascan e Cataguases Leopoldina, não serão repetidos.

Segundo informações do Blog da Amodig, a Brookfield finalmente já está começando a atender as reinvindicações solicitadas pelo MAB, iniciando a recuperação das estradas.

Segundo o Blog, graças às reivindicações solicitadas pelo MAB foi que surtiram os efeitos. Foram necessárias grandes manifestações e a união do povo para que  os atingidos fossem ouvidos. Ainda, de acordo com o blog, tem muita gente que fala, '”eu não sou atingido por barragem". Como não é? Se todos nós precisamos  nos locomover de um lugar para o outro e ficamos sem o direito de ir e vir, devido as mudanças que foram feitas nas nossas estradas, muitas vezes através de morros que, quando chove, não tem como transitar, então, você não é um atingido? Qualquer pessoa que precisa trafegar entre as barragens são direta e indiretamente atingidas. Ser atingido não significa ter que ter mudado de sua casa, muito menos achar que quando há enchentes sua residência não é tomada de água, não. Precisamos entender melhor o significado de Atingidos por Barragens para saber onde estão os nossos direitos.

A chegada do MAB e a sensibilização das comunidades em nosso Distrito nos fazem poder ter nossos direitos de volta, o povo se organizou e vai continuar se organizando para que as famílias que foram atingidas serem ressarcidas de algum modo, concluiu a administradora do Blog. A matéria publicada em 23/09/2011 no Blog da Amodig é apenas uma retrospectiva do que aconteceu para que a Empresa não continuasse violando os nossos direitos. Hoje temos uma movimentação intensa de máquinas e caminhões que a Empresa Brookfield contratou para fazer a manutenção das estradas vicinais que ficaram sem acesso por muito tempo. O trabalho que esta sendo executado tem favorecido muito a comunidade, pois chegamos a ficar ilhados aqui em épocas chuvosas.  O material que está sendo usado tem deixado em boa conservação, mesmo com as chuvas. Há muitos anos Granada não sabia o que era tapar buracos. Agora o tempo que levava para ir até Matipó está simplificado. O trabalho não consiste apenas em determinados trechos, é praticamente em toda a extensão percorrida.

É importante frisarmos que se não fosse nossa luta, nossa força, provavelmente, estaria sem passagem para as cidades que nos cercam. Mas ainda é pouco, tem uma série de reivindicações a serem cumpridas pela Empresa e estamos aqui para acompanhar e analisar a qualidade do serviço resta apenas que continuem com esse trabalho sério e de qualidade, concluiu a blogueira.

Segundo a Amodig, os granadenses liderados pela associação vão continuar essa batalha e fazer valer todos os direitos que foram violados por falta de união e luta!

Com informações do Blog da Amodig

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Buscas por músico desaparecido continuam

O paradeiro do músico mineiro Vinícius Maia Carvalho, integrante do Trio Curimã e da banda Nem Secos, ainda é desconhecido. Neste domingo (15), buscas com auxílio de um helicóptero começaram a ser feitas na região em que o artista teria desaparecido.

No sábado (14), uma camisa, que seria do artista, foi encontrada próximo ao município de Sem-Peixe, na Zona da Mata. Buscas também são feitas na região.

Conforme o cunhado do músico, Leonardo Vila Real, na quarta-feira (11), o artista voltava com o pai de Guarapari, no litoral do Espírito Santo, quando teve um surto, jogou o carro para a marginal da rodovia, desceu, pulou no rio na altura da cidade de Rio Casca, também na Zona da Mata, nadou até a margem e entrou em um matagal. Desde então, ele não foi mais visto. Segundo o cunhado, Vinícius já teve um surto parecido, há oito anos.

Moradores da região já teriam visto o músico depois do ocorrido. A família pede para que qualquer informação que possa auxiliar nas buscas seja repassada por meio dos telefones (31) 3841-3419, (31) 2511-7194 ou (31) 9243-1426.

Willian Chaves com informações de Márcia Xavier – O Tempo

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Carreta tomba e deixa quatro feridos na BR-116

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Realeza registrou o tombamento de uma carreta na tarde desta segunda-feira (16) próximo à comunidade de Vila de Fátima, zona rural de Manhuaçu. O acidente aconteceu às 14h30 no km 575 da BR-116 e deixou o motorista, sua esposa e um casal de crianças feridos.

A carreta, Volvo placa NTD-6019 de Jequié/BA, seguia sentido Caratinga para Realeza. Ao entrar em uma curva, o condutor perdeu o controle sobre o veículo, que tombou na pista.

A carreta era conduzida por Elisandro da Silva Nery, de 35 anos e estava carregada com sal, que ficou derramado no local. Além do motorista, viajavam também a esposa, Viviane Nogueira de P. Nery, de 34 anos e os filhos do casal de cinco e dois anos. Eles tiveram ferimentos leves e foram encaminhados por uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Manhuaçu. A família acidentada reside na cidade de Fervedouro e retornava de Mossoró/RN.

Ao tombar, o baú saiu da pista e a cabine permaneceu no asfalto. Toda a carga de sal ficou derramada às margens da rodovia. Os trabalhos de transbordo da mercadoria para outro caminhão e da retirada do veículo terminaram somente à noite.



Fotos Cristiano Marcos - Informações do Portal Realeza

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

IPVA começa a ser pago nesta segunda-feira (16)

Começa a vencer nesta segunda dia 16 (placas final 1), a tabela de pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em Minas Gerais para 2012. Mais de 7,2 milhões de veículos em todo o Estado estão sujeitos ao pagamento do IPVA. Em 2011, a frota de Minas Gerais teve um acréscimo de cerca de 10%, com a entrada em circulação de 650 mil veículos. Os valores da tabela de 2012 estão, em média, 5,46% abaixo dos relativos ao ano de 2011.
A escala de vencimentos, por final de placa, vai do dia 16 ao dia 27 de janeiro, para a primeira parcela ou parcela única. O contribuinte poderá optar pelo pagamento do IPVA à vista com desconto de 3% ou parcelar em três vezes, com vencimentos nos meses de janeiro, fevereiro e março. O valor mínimo para pagamento do IPVA em três parcelas é de R$ 90,00. Já a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículo (TRLAV), no valor de R$ 66,38, vencerá no dia 2 de abril.
Os veículos movidos exclusivamente a álcool têm um desconto de 30% em relação ao mesmo veículo movido à gasolina. O não pagamento do IPVA nos prazos estabelecidos sujeita o contribuinte à multa de 0,3% ao dia (até o 30º dia), multa de 20% após o 30º dia e juros (Selic) calculados sobre o valor do imposto ou das parcelas, conforme o caso.
Pagamento
O subsecretário da Receita Estadual, Gilberto Silva Ramos, disse que o Governo de Minas deve arrecadar R$ 2,78 bilhões com o IPVA 2012, um aumento de cerca de R$ 400 milhões em relação a 2011, estimando que 32% dos proprietários de veículos quitem o imposto em cota única.
Segundo ele, do valor total apurado com o IPVA 2012, 20% serão repassados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb), 40% para o Caixa Único do Estado e 40% para o município de licenciamento do veículo.
Para pagar o imposto de seu veículo, o proprietário deve procurar qualquer agência ou terminal de autoatendimento do Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Mercantil do Brasil, HSBC, em todo o território nacional. A partir de agora, a Caixa Econômica Federal passa a integrar a rede arrecadadora do Estado e, brevemente, todas as lotéricas também estarão aptas para recebimento do imposto. Para quitar o IPVA basta digitar no terminal bancário o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), que vem impresso no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo do contribuinte. O interessado também poderá utilizar o sistema on-line dos bancos para quitar o imposto, bem como a Taxa de Licenciamento e o Seguro Obrigatório.
As consultas dos valores do imposto podem ser feitas pelo Renavam ou marca/modelo no site da Secretaria de Estado de Fazenda ou pelo telefone 155 do Ligminas para todo o Estado de Minas Gerais.
Agência Minas

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

STJ decide e Adejair Barros continua afastado até junho

Presidente do STJ, Ministro Ari Pargendler

O Presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ministro Ari Pargendler, decidiu manter o afastamento do Prefeito de Manhuaçu, Adejair Barros. A decisão divulgada na manhã desta terça-feira, 10, concedeu parcialmente o pedido de liminar e fixou apenas um prazo para o afastamento: 180 dias. Considerando que o chefe do executivo foi afastado no dia 14 de dezembro, o tempo limite é 14 de junho.
No dia 04, os advogados de Adejair Barros ingressaram no STJ com pedido de suspensão da liminar e o retorno dele ao cargo de prefeito. Na noite desta segunda, 09, o Ministro Ari Pargendler, decidiu que o afastamento determinado para instrução da Ação de Improbidade Administrativa “precisa ter um prazo razoável para evitar que a duração do processo constitua, por si só, uma penalidade”. Nesse sentido, ele determinou que o afastamento de Adejair Barros por até 180 dias, a contar da data em que foi proferida a sentença.
Com a definição, Renato Cezar Von Randow (Renato da Banca) continua no cargo de Prefeito de Manhuaçu e o vereador Jorge Augusto Pereira (Jorge do Ibéria) é o presidente da Câmara Municipal. A definição também abre caminho para a posse de Rômulo do Carmo Rodrigues como vereador. Ele é o primeiro suplente da coligação e sucessor de Renato no Legislativo.
AFASTAMENTO
O Juiz Walteir José da Silva determinou o afastamento de Adejair Barros do cargo de Prefeito de Manhuaçu, no dia 14 de dezembro. A decisão foi tomada na Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa apresentada na semana passada pela Promotora de Justiça Geaninni Maeli Mota Miranda contra 16 pessoas, entre funcionários do SAAE e empresários.
A Promotoria de Justiça instaurou inquérito civil contra o prefeito Adejair Barros, o secretário de obras José Carlos dos Reis, os empresários Erasmo Pacheco, Sebastião Jorge Lomeu, Edgar Ramos de Oliveira, Iang Prata Soares, o ex-diretor do SAAE Gentil Pazelli Marques e os funcionários Fabrício Santos de Souza, Rudstenes Hoffman Bragança, Petsleyano Satilo de Souza Ribeiro, André Luiz Viana, Wanderley Pereira da Silva e Almir de Oliveira, a suplente de vereadora Nicolina Aparecida de Oliveira, o mecânico Carlos Antônio Garcia e o motorista Geraldo Faustino Domingues.
Segundo a decisão, o Prefeito Adejair Barros, deixou de tomar as providências legais cabíveis, como uma sindicância sobre o diretor Gentil Pazelli, e demorou para agir.
A promotora Geaninni Maeli Mota Miranda argumenta que foram utilizadas escutas telefônicas autorizadas pela Justiça, documentos, depoimentos de funcionários do SAAE e fotografias para levantar as informações do inquérito civil.
Em síntese, alega que restou apurado que os réus praticaram o uso particular de veículos do SAAE; o pagamento indevido de diários; o pagamento de horas extras e adicionais de insalubridade; o desvio ilegal de servidores públicos de suas funções; a prática de fato análogo a crime ambiental; o provimento de cargos públicos por meio de contratação irregular; fraudes em licitações e desvios de materiais da autarquia, envolvendo especialmente os setores do almoxarifado, contas/consumos e licitação.
Carlos Henrique Cruz